Linha 4

Publicidade

Policiais Penais Federais de Catanduvas pedem saída de diretora geral

Ellen Santos

Policiais Penais Federias que trabalham na Penitenciária Federal de Catanduvas, durante assembleia geral realizada na noite de sexta-feira (05),  votaram pela saída da Diretora Geral do DEPEN, Tânia fogaça que é Delegada de Polícia Federal. 

A categoria está insatisfeita pela atual gestão, e afirma que não conhece o verdadeiro trabalho da execução penal nas Penitenciária Federais do Brasil, bem como a importância do trabalho dos policiais para a segurança pública.

A Votação unânime na Câmara e no senado Federal transformou os  Agentes Penitenciários Federais em Policiais Penais Federais e os colocou no rol do ART 144 da constituição federal, porém a atual gestão vem demorando para encaminhar o processo de reestruturação, de acordo com os anseios da categoria que entrega o verdadeiro valor social à população, isolando líderes de facções criminosas que soltos podem gerar o caos e desestabilizar paz social.

No dia 11 de novembro eles realizaram uma mobilização em frente à unidade. Essa é uma forma de protesto para que as mudanças sejam feitas o quanto antes. 

Há 365 dias à população está sem a regulamentação da Polícia Penal Federal. 

Leia mais: Agentes Federais de Catanduvas realizam manifestação

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade