Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Rodoviária registra maior movimentação de passageiros em oito anos

18/01/18 às 17:29 - Escrito por Redação Tarobá News

O Terminal Rodoviário de Londrina (TRL), administrado pela Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), registrou no ano passado a maior movimentação de passageiros desde 2010. Somadas as operações de embarque, desembarque, trânsito e turismo, passaram pelo local 2.390.990 pessoas. O número é 5,17% superior ao marcado em 2016, quando foram contabilizados 2.273.372 passageiros, e 6,4% maior que apontado em 2010, período em 2.246.761 passageiros utilizaram a rodoviária. 

De acordo o superintendente do TRL, Sandro Neves, em comparação com o ano anterior, 2017 teve aumento de usuários em todas as atividades. As viagens de turismo subiram de 15.692 para 18.014, e as que usaram a rodoviária como escala entre um município e outro cresceram de 680.918 para 777.798. Os desembarques passaram de 778.713 para 781.056, enquanto os embarques, principal fonte de receitas do TRL, foram ampliados de 798.049 para 814.122. 

Na avaliação de Neves, a evolução é atribuída a uma série de fatores. “Tivemos o encarecimento no preço dos combustíveis, o que acabou tornando as viagens de carro menos vantajosas, além da alta no valor das passagens aéreas. Somam-se a isso a redução de voos no aeroporto José Richa, a melhoria da frota e as promoções das empresas de transporte rodoviário, fora a quantidade de feriados prolongados no ano passado”, pontuou. 

O superintendente explicou que, com o incremento na movimentação, a expectativa é reunir recursos financeiros para a realização de melhorias na estrutura do local. “Os cerca de 16 mil embarques a mais registrados em 2017 resultaram num caixa adicional de R$ 90 mil. Esse tipo de acréscimo no orçamento nos permite investir em benfeitorias para os próprios usuários, como reformas na pista, na cobertura e nas condições de acessibilidade do condomínio”, disse. 

Sandro contou que uma das principais novidades no TRL em 2017 foi a instalação de portas de vidro nos dois túneis que dão acesso ao interior do espaço. Colocadas em agosto, as estruturas permanecem total ou parcialmente fechadas no horário da meia-noite às 5h, com o objetivo de facilitar a identificação de quem transita pela rodoviária durante a madrugada. “Muitos passageiros se sentiam intimidados por pessoas de fora que andavam pelo local, por isso a iniciativa aumentou a sensação de segurança entre os frequentadores”.

Licitação - Para diversificar o mix de serviços oferecidos aos mais de dois milhões de viajantes que anualmente passam pela rodoviária, a CMTU abriu licitação para a locação de salas comerciais e quiosques no local. A abertura dos envelopes e avaliação das propostas está marcada para o próximo dia 2, às 14h, e os interessados têm até as 13h30 do mesmo dia para manifestar interesse nos aluguéis. 

No total, estão disponíveis quatro lojas e dois quiosques. Com tamanhos que variam entre 6 m² e 36,46 m², os espaços têm valores mínimos de outorga na faixa dos R$ 716,08 aos R$ 1.445,95. Podem participar do certame os interessados pessoa jurídica que preencherem as condições de credenciamento exigidas no edital, disponível emwww.cmtu.londrina.pr.gov.br.

Com a concessão dos pontos, a CMTU estima arrecadar, no mínimo, R$ 6.338,51 mensais ou R$ 76.062,12 por ano. O montante deve reforçar o caixa do TRL para as melhorias a serem executadas ao longo de 2018. 

(com N.Com)

© Copyright 2022 Grupo Tarobá