Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Sanepar adota tuc-tuc elétrico para fazer substituição de hidrômetros

05/06/24 às 09:05 - Escrito por Agência Estadual de Notícias
siga o Tarobá News no Google News!

A Sanepar começou a utilizar nesta semana um triciclo elétrico – um tuc-tuc – para fazer substituições de hidrômetros dos imóveis em bairros da região Sul de Curitiba e das cidades vizinhas. A vantagem é maior agilidade no trânsito em relação aos veículos comuns, além de reduzir a emissão de CO2 no meio ambiente. A iniciativa vai ao encontro da política Ambiental, Social e de Governança (ASG) da Companhia.


A Companhia mantém um programa permanente de troca preventiva de hidrômetros, que visa a qualidade da medição do consumo. O desgaste do equipamento é o principal critério de substituição porque, com o tempo, o ele perde a eficiência na medição. A vida útil varia de quatro a 10 anos, dependendo do tipo do hidrômetro.


Um sistema informatizado da Sanepar indica o momento de troca de cada equipamento, mas também pode ocorrer a troca corretiva, quando é detectado um problema ou uma anormalidade no dispositivo.

Leia mais:

Imagem de destaque

BPFRON apreende mercadorias avaliadas em mais de R$ 100 mil em operação "Cidade Segura"

Imagem de destaque
NOTAS FALSAS

PF prede dupla com notas falsas em Foz do Iguaçu

Imagem de destaque
PENITENCIÁRIA

Piana inaugura unidade prisional com 392 vagas no complexo penitenciário de Piraquara

Imagem de destaque
INCINERADAS

PF realiza incineração de 7 toneladas de drogas na região oeste do Paraná


A atualização do parque de hidrômetros contribui para a redução de perdas da Companhia. Por ano, de um total de 3,45 milhões de ligações, a Sanepar instala de 450 mil a 500 mil novos hidrômetros, em novas ligações e em substituição.


UNIVERSALIZAÇÃO – A Sanepar trabalha para alcançar as metas de universalização do saneamento determinadas pelo marco legal do setor. No abastecimento, as cidades atendidas pela Companhia já estão universalizadas com 100% de abastecimento nas áreas urbanas. No esgotamento sanitário, o índice de atendimento com rede coletora está em 80,4%, sendo que 100% do esgoto é tratado. Os investimentos da Sanepar visam o atendimento à meta de 90% de coleta até o ano de 2033.

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá