Linha 4

Publicidade

Sindicato se manifesta contra retorno das aulas na próxima semana no Paraná

Redação Tarobá News

Pixabay

O governador Ratinho Júnior anunciou na tarde desta sexta-feira (5) o retorno das atividades na educação por meio do sistema híbrido. Os ensinos público e privado mantêm suspensas as aulas presenciais na segunda (08) e terça-feira (09) com a prorrogação de dois dias do decreto estadual. De acordo com o Governo do Estado, partir de quarta-feira (10), fica autorizado o retorno, inclusive em universidades e cursos técnicos, desde que seguindo a regulamentação da Secretaria de Saúde, publicada nesta sexta, a de número 240/2021.

Segundo a informação apresentada em coletiva de imprensa, o governador instituiu o retorno das atividades presenciais em modelo híbrido em escolas particulares e públicas com 30% da ocupação de 30% da capacidade.

A APP Sindicato enviou nota à imprensa para se manifestar contra o retorno das aulas. A entidade que representa os professores no Paraná classificou a proposta como "irresponsável" por causa da cepa do coronavírus que circula pelo Estado e pelo risco de colapso no sistema de saúde.

“Um ano após o início da pandemia, em que nosso país enfrentava uma severa pandemia, a postura negacionista do governador do Estado, aliado ao governo federal, comprovam com números a ingerência dos governos frente a garantia da vida da população. Mesmo com a perda de mais de 12 mil pessoas só no Paraná, Ratinho Júnior. insiste em colocar milhares de profissionais e estudantes em circulação a partir de quarta-feira”, declarou o presidente da APP-Sindicato, Professor Hermes Leão.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade