Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Soldado Fruet cobra plano de carreira digno para agentes penitenciários

28/08/19 às 17:06 - Escrito por Redação Tarobá News

Após se reunir nesta quarta-feira (28), com representantes do Sindarspen (Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná) mobilizados no Centro Cívico, o deputado estadual Soldado Fruet (PROS) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) para cobrar a abertura de uma mesa de negociações com as Secretarias de Estado da Administração e Previdência (SEAP) e Segurança Pública (SESP) para tratar da implementação de um plano de carreira, cargos e salários que dignifique estes profissionais. Logo após o pronunciamento, o líder do governo, Hussein Bakri (PSD), informou que já está programada uma reunião na SEAP na próxima semana.

O deputado do PROS ressaltou que, em consenso com a SESP, os agentes chegaram a um acordo que prevê até a redução do salário inicial dos novos agentes para facilitar a contratação dos 3 mil agentes penitenciários que o Estado precisa para cumprir o Termo de Ajustamento de Conduta formalizado com o Ministério Público. Atualmente, são 1.400 agentes contratados por PSS e o Ministério Público não permite a prorrogação desses contratos. Além disso, há necessidade de mais 1.600 profissionais para atuarem nas novas penitenciárias que o Governo deve inaugurar até 2020.

Soldado Fruet destacou, porém, que a SEAP não concorda com a proposta e pretende apresentar novo projeto, com diferença de R$ 3 milhões no impacto orçamentário anual. “Mas o Estado vai economizar R$ 10 milhões ao ano só com a contratação de novos agentes com o salário proposto”, apontou o parlamentar.

“Não vamos permitir que o Estado retroceda, não vamos permitir que os presos voltem a superlotar as delegacias, cuja capacidade já está há muito esgotada”, enfatizou o deputado do PROS, ressaltando que nos últimos nove anos, a população carcerária cresceu 50%, de 14 mil para 21 mil presos e o número de agentes caiu de 4.131 para 3.098.

O Soldado Fruet concluiu seu discurso reforçando que os agentes penitenciários podem contar com ele em todos os pleitos, pois veio também da área da segurança pública. “Conheço muito bem o trabalho que os senhores e senhoras desempenham e os riscos que vocês sofrem. Valorizá-los é o mínimo que o Estado pode fazer em reconhecimento e gratidão pelo seu trabalho”, afirmou.

© Copyright 2022 Grupo Tarobá