Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Tribunal do Júri em Piraquara sentencia homem a 60 anos de prisão em regime fechado pela morte da mulher e do enteado

27/11/23 às 07:54 - Escrito por Assessoria de Imprensa
siga o Tarobá News no Google News!

Em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, durante julgamento realizado nesta quinta-feira (23), o Tribunal do Júri sentenciou a 60 anos de prisão em regime fechado um réu denunciado pelo Ministério Público do Paraná por dois homicídios qualificados. Ele matou a mulher e o filho dela, de apenas 9 anos. O crime ocorreu em setembro de 2021. O casal era conhecido na cidade por cantar músicas gospel.


As vítimas foram mortas em casa, a facadas, durante a noite. Após o crime, o denunciado fugiu. Ele e a mulher, que era uma cantora gospel, ainda tinham uma filha, de 2 anos, que foi deixada trancada na casa, com os corpos da mãe e do irmão. No julgamento, o Conselho de Sentença acatou integralmente a denúncia do MPPR de que a mulher foi morta com as qualificadoras de meio cruel, que dificultou a defesa da vítima, e feminicídio, e o menino, por meio cruel, que dificultou a defesa da vítima, e com objetivo de ocultar a prática de crime anterior.


Indenização – O réu já se encontra preso preventivamente e deve iniciar de imediato o cumprimento da pena, sem direito de recorrer em liberdade. Além da prisão, ele foi sentenciado a pagar uma indenização para a filha dele e da vítima, fixada em valor mínimo de R$ 1 milhão. Conforme a sentença, “para lhe trazer o mínimo de segurança financeira durante sua infância e adolescência”.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá