Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

UBS do Cafezal recebe ação educativa sobre endemias

29/01/18 às 17:36 - Escrito por Redação Tarobá News

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenação de Controle de Endemias, realiza nesta terça-feira (30) atividade educativa na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Conjunto Cafezal. A ação, que será realizada das 8 às 14 horas, tem como objetivo orientar e esclarecer a comunidade a respeito do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, febre amarela, zika vírus e chikungunya. A UBS fica localizada na Rua Abraham Lincoln, 65, no Conjunto Cafezal II. 

Além das doenças transmitidas pelo Aedes, o trabalho irá abordar também endemias como a doença de Chagas, transmitida pelo inseto barbeiro, esquistossomose, leishmaniose, e vetores como o caramujo africano, que pode transmitir a meningite eosinofílica. A ação visa ensinar a comunidade a evitar a proliferação destes vetores.

De acordo com a agente de Endemias, Cristina Gomes Torquato, as ações educativas são uma oportunidade para que a população obtenha informações sobre o ciclo do mosquito, sintomas das doenças e formas de contágio. “Observamos que muitas pessoas ainda não sabem que o ovo do Aedes pode sobreviver por até 450 dias sem água. Isso significa que além de evitar o acúmulo de água, a limpeza dos possíveis criadouros tem que ser feita corretamente para eliminar a proliferação do mosquito. Estas e outras informações importantes serão fornecidas nessa ação educativa”, adiantou. 

A comunidade poderá obter informações inclusive sobre a febre amarela. Não existem registros da doença no município, porém em estados como São Paulo e Minas Gerais, recentemente houve grande aumento do número de casos. 

Para auxiliar os quatro agentes de Endemias que participarão da ação educativa, a exposição vai contar com materiais de apoio como maquetes, cartazes e faixas. Haverá ainda a distribuição de panfletos com orientações. “Estaremos à disposição para sanar qualquer dúvida. É importante saber quais as formas de prevenção para evitar a transmissão não só da dengue, mas também das outras endemias”, frisou Cristiane.

(com N.Com)

© Copyright 2022 Grupo Tarobá