Universidades promovem ações de desenvolvimento sustentável

Redação Tarobá News
Paraná | Publicado em 20/01/2020 às 09:12

AEN-PR

Universidades estaduais paranaenses estarão a partir desta segunda-feira (20) à frente de uma série de ações de extensão em comunidades isoladas e carentes do Oeste do Estado. As atividades que seguem até o dia 30 têm foco no desenvolvimento sustentável e integram a programação da Operação Yaguaru do Projeto Rondon, oficialmente na sexta-feira (17), na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).

Coordenado pelo Ministério da Defesa, com o apoio de outros ministérios, o Projeto Rondon é uma ação do Governo Federal e ocorre em parceria com governos estaduais e municipais e instituições de ensino superior (IES).

A Operação Yaguaru contempla atividades nas áreas de Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação, Saúde, Meio Ambiente, Comunicação, Trabalho, Tecnologia e Produção. “A ideia é contribuir para a sustentabilidade, promovendo ferramentas de cidadania, com a participação ativa de estudantes e professores universitários”, explica o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Nelson Bona.

Para o coordenador-geral do Projeto Rondon, vice-almirante Luiz Octávio Barros Coutinho, a atuação dos rondonistas proporciona soluções criativas e inovadoras para situações adversas da população. “Muitas vezes, ante uma barreira, outro modo de ver o problema pode trazer múltiplas soluções, transformando as realidades locais”, destaca o representante do Ministério da Defesa.

A seleção dos municípios contemplados pelo Projeto Rondon se baseou em fatores como Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), abaixo de 0,7; quantidade de habitantes (inferior a 30 mil); e distância de um centro regional do Estado (menos de 300 quilômetros das localidades que vão receber os rondonistas).

Na avaliação do comandante José Antônio Gomes da Silva, coordenador regional da ação governamental, as cidades do Oeste paranaense enfrentam desafios sociais, ainda que sejam desenvolvidas em relação a outras regiões do Brasil. “Viemos somar esforços junto às lideranças comunitárias e à população local para trazer benefícios permanentes às comunidades assistidas”, complementa o tenente Denilson da Costa, coordenador adjunto do Projeto Rondon.

A Operação Yaguaru conta com o apoio da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada do Exército Brasileiro, por meio do 33° Batalhão de Infantaria Mecanizado e do 15° Batalhão Logístico. A organização militar centraliza o apoio logístico aos estudantes e professores e fornece a segurança necessária para as atividades nos diversos municípios. Nesta edição, são mais de 230 rondonistas distribuídos em equipes de no máximo dez pessoas – oito estudantes e dois professores.


AEN-PR



Relacionados

Araucária | 19-02-2020 13:37

Paraná confirma mais 30 mortes de macacos por febre amarela

Paraná confirma mais 30 mortes de macacos por febre amarela

Londrina | 19-02-2020 13:25

Caminhoneiros se mobilizam contra revisão da tabela de fretes

Caminhoneiros se mobilizam contra revisão da tabela de fretes

Guaratuba | 19-02-2020 10:19

Tubarão Azul encalha e morre em praia de Guaratuba

Tubarão Azul encalha e morre em praia de Guaratuba

Curitiba | 19-02-2020 09:18

Câmara Municipal de Curitiba devolve cerca de R$ 28 milhões aos cofres públicos

Câmara Municipal de Curitiba devolve cerca de R$ 28 milhões aos cofres públicos

PUBLICIDADE