Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Acusado de atear fogo em criança de 7 anos depõe à Polícia Civil

24/08/19 às 20:15 - Escrito por Redação Tarobá News

A Polícia Civil autuou nesta sexta-feira Alan Victor lucas, 22, anos por tentativa de homicídio qualificado contra sua prima, Eloá lucas, de apenas sete anos de idade. Ele foi preso pela Polícia Militar na rua Caviúna, Jardim Leonor, zona oeste, porque é o principal suspeito de atear fogo na criança, que permanece em estado grave na Central de Tratamento de Queimados do Hospital Universitário (HU) de Londrina.

De acordo com o delegado Thiago Vicentini de Oliveira, que fez o flagrante, Alan estava sozinho em casa com Eloá. Testemunhas disseram em depoimento que ele já apresentava um comportamento diferente do normal. O irmão dele até chegou a ser preso pela PM no momento porque também havia a suspeita de participação no crime, o que não se confirmou.

Na delegacia, Alan negou as acusações, mas disse não se lembrar de detalhes do fato. 

Em depoimento, o irmão de Alan disse que, quando chegava em casa, percebeu que ela estava pegando fogo porque viu fumaça saindo de lá. Quando abriu a porta, deparou-se com a garota toda queimando e gritando bastante. Logo atrás dela, estava Alan, que também gritava.

Ao autuar o jovem, o delegado informou que a cena do crime, "lamentavelmente, não foi preservada da maneira devida". Para a Polícia Civil, não há possibilidade de outra pessoa ter participado da tentativa de homicídio contra Eloá porque não havia mais ninguém no mesmo ambiente que ela além do primo.

Outra evidência, conforme o delegado, é o atestado médico do suspeito, que descreve marcas de queimaduras na mão. Esta é a primeira vez que Alan Victor Lucas é detido.

Com TV Tarobá 

© Copyright 2022 Grupo Tarobá