Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Adolescente planeja atentado contra escola de Londrina e é pego pela polícia

03/04/23 às 14:39 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

Um adolescente foi apreendido durante uma operação da Policia Civil (PC) na manhã desta Segunda (03) em Londrina. Ele estaria planejando um atentado contra uma escola da cidade.


O adolescente foi apreendido dentro da casa onde morava com o pai. Contra ele havia um mandado de busca e apreensão domiciliar e outro de internação provisória. O garoto é suspeito de planejar um ataque à escola onde estuda. Na casa, foram encontrados uma faca, máscara e luvas. De acordo com a Polícia Civil, o adolescente cometeria o crime nessa segunda-feira (04).


Segundo Fernando Amarantino Ribeiro, chefe da 10ª Subdivisão Policial de Londrina, ataques assim são comuns após epsódios como o ocorrido na semana passada em São Paulo. "É comum (...) adolescentes usarem de ameaças para causar o terror na escola. Todavia, nós monitoramos essas ações para classificarmos as que são ameaças levianas daquelas que, efetivamente, oferecem um risco. Foi o caso específico desta ocorrência."

Leia mais:

Imagem de destaque
CONFRONTO

Cinco homens são mortos em confronto com a Polícia Militar em Cascavel

Imagem de destaque
POLICIAL

Polícia Civil cumpre mandado de prisão por homicídio no bairro Santa Felicidade

Imagem de destaque
MAUÁ DA SERRA

PRF apreende quase 50 quilos de cocaína com casal no Paraná

Imagem de destaque
VIOLÊNCIA

Jovem é morto a tiros no meio da rua no Sanga Funda


De acordo com o delegado João Reis, da Delegacia de Homicídios, o estudante vinha sendo monitorado através das postagens nas redes sociais e não teria mudado de ideia a respeito do crime. No depoimento, ele teria dito aos policiais que teve o perfil "hackeado". O delegado também ressalta que o adolescente já havia sido abordado pela Patrulha Escolar, mas manteve o comportamento "frio" e a conduta de ameças.


Dentro do caso, o menor, internado provisoriamente, será ouvido pelo Ministério Público. "O Ministério Píblico, que atua na Vara da Infância e Juventude, vai ouvir este adolescente e seus familiares, para poder se convencer da necessidade de uma continuidade na internação ou uma medida menos incisiva, socioeducativa, que não seja a internação." 


 A Polícia Militar (PM) reforça que devido aos acontecimentos recentes em escolas, todo caso que chega ao Batalhão da Patrulha Escolar não é descartado; mesmo que se trate de uma brincadeira de mau gosto, o caso será devidamente investigado e os envolvidos responsabilizdos.





Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá