Advogado rondonense é preso acusado de corrupção ativa

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 12/02/2019 às 16:27

O advogado rondonense Christian Guenther se apresentou hoje (12) à na 47ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Marechal Cândido Rondon após ter um mandado de prisão expedido ontem (11) pela Vara de Execução em Meio Fechado e Semiaberto da Comarca rondonense.

A prisão do advogado é resultado de uma denúncia do Ministério Público do Paraná (MPPR) que imputa ao rondonense o crime de corrupção ativa.

Guenther, um ex-delegado, dois policiais e uma escrivã foram acusados de corrupção passiva, falsidade ideológica, peculato, fraude processual, uso irregular de arma e formação de quadrilha.

Os crimes foram descobertos durante uma apreensão em 2005. Uma arma foi apreendida no distrito de Porto Mendes e os agentes teriam pedido dinheiro ao proprietário da arma para que ela fosse liberada. Segundo o MP, à época o delegado teria exigido R$ 8 mil para alterar a capitulação do crime, o que possibilitaria o arbitramento de fiança ao réu. O advogado e os demais suspeitos teriam participado do esquema.

De acordo com o processo, o advogado foi condenado à pena de quatro anos e quatro meses de reclusão e multa, além de 52 dias-multa, a ser cumprida inicialmente em regime prisional semiaberto. A ação ainda prevê a perda do direito de exercer a função.



Relacionados

Bandeirantes | 20-02-2019 07:46

Suspeito de estuprar enteada em Petrolina/PB é preso em Bandeirantes

Suspeito de estuprar enteada em Petrolina/PB é preso em Bandeirantes

Cascavel | 20-02-2019 06:43

Dois jovens são detidos com 33 Kg de maconha na rodoviária

Dois jovens são detidos com 33 Kg de maconha na rodoviária

Cascavel | 20-02-2019 06:37

Três jovens são detidos por tentativa de assalto

Três jovens são detidos por tentativa de assalto

Londrina | 19-02-2019 22:02

Quatro suspeitos de roubo morrem após troca de tiros com PM

Quatro suspeitos de roubo morrem após troca de tiros com PM

PUBLICIDADE