Após afastamento de tenente, 5º Comando se pronuncia

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 20/08/2019 às 15:30

Após o afastamento do tenente-coronel Gustavo Alfonso Rocha do comandante do 19º BPM (Batalhão da Polícia Militar), a  Corregedoria-Geral da Polícia Militar do Paraná tem 60 dias para concluir a investigação.

O tenente é acusado de conduzir veículos mesmo com CNH cassada e ainda estaria usando a sua sala no Batalhão para receber mulheres. Por esse motivo o Comando Regional da Polícia Militar em Cascavel, teria pedido o afastamento do cargo de Gustavo Alfonso.

Segundo o comandante Dorian Nunes Cavalheiro, o afastamento foi definido para que haja transparência nas investigações. A documentação e denúncias foram encaminhadas para Curitiba. 

Quem assumiu o comando do 19º BPM foi o Major Jorge Aparecido Fritola.




Relacionados

Ponta Grossa | 27-02-2020 20:03

Polícia Civil prende suspeito de matar jovem com enxada

Polícia Civil prende suspeito de matar jovem com enxada

Guaratuba | 27-02-2020 19:53

Polícia Civil incinera 265 quilos de drogas apreendidas no Litoral

Polícia Civil incinera 265 quilos de drogas apreendidas no Litoral

Pato Branco | 27-02-2020 19:31

Cuidador de crianças é preso suspeito de abuso sexual

Cuidador de crianças é preso suspeito de abuso sexual

Curitiba | 27-02-2020 19:15

Mecânico é assassinado a tiros quando visitava o pai em Curitiba

Mecânico é assassinado a tiros quando visitava o pai em Curitiba