Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Após ataque estado determina reforço de segurança nas escolas da região

20/06/23 às 16:12 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

Após o ataque ao Colégio Estadual Professora Helena Kolody, em Cambé, toda comunidade escolar, bem como a comunidade externa está com medo. Diante dos fatos, a Secretaria de Defesa Social, em consonância com as determinações estaduais, reforçará os efetivos na região de Londrina.


A determinação vale para todo o Paraná. A ordem é reforçar a segurança nas escolas. Um mapeamento foi feito para dividir as equipes de rua e também parte do efetivo interno, que está dando apoio.


“Nós fizemos um mapeamento de forma que todos os colégios sejam atendidos por equipes policiais. É importante ressaltar que as equipes reforçarão esse policiamento não apenas nos horários de entrada e saída, mas durante todo o dia, por pontos base, de 20 a 40 minutos” esclarece o Tenente-Coronel Nelson Villa, comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM).

Leia mais:

Imagem de destaque
CONFRONTO

Cinco homens são mortos em confronto com a Polícia Militar em Cascavel

Imagem de destaque
POLICIAL

Polícia Civil cumpre mandado de prisão por homicídio no bairro Santa Felicidade

Imagem de destaque
MAUÁ DA SERRA

PRF apreende quase 50 quilos de cocaína com casal no Paraná

Imagem de destaque
VIOLÊNCIA

Jovem é morto a tiros no meio da rua no Sanga Funda


Além do reforço na segurança, o objetivo é dar tranquilidade para alunos, pais, professores e funcionários de escolas, centros de educação infantil e faculdades, também, sejam públicas ou particulares.


Nelson Villa diz que “o que ficou ajustado com o alto comando da PM é que, do ponto de vista da polícia ostensiva, a priorização da aplicação dos recursos humanos e logísticos, será exatamente nos estabelecimentos de ensino, independente do sistema”.


O Tenente-Coronel ainda reforça dizendo que “é importante que nós instauremos a segurança por meio da presença”.


Nelson Villa acredita, ainda, que desta maneira a Polícia Judiciária conseguirá avançar nas investigações que estão em desdobramento.


Apesar do foco voltado para as escolas, o comandante garante que o trabalho de segurança em geral não será afetado.


A Guarda Municipal (GM) já vem reforçando a segurança nas unidades da rede municipal. Para um serviço mais pontual, as equipes contam com a ajuda da tecnologia.


Pedro Ramos, secretário de Defesa Social entende que “uma forma de tranquilizar o município, ao longo deste trabalho, é utilizar as câmeras, para realizar um acompanhamento posterior, utilização de alarmes e botão do pânico, e também o acompanhamento presencial que a GM já tem desenvolvido” reforça.


Além disso, a orientação é para que os pais fiquem atentos ao comportamento dos filhos no mundo real e também no virtual.


Pedro Ramos orienta aos pais “acompanhar os filhos no celular, nas redes sociais, verificando se há comportamentos diferentes”.


Ele ilustra esse pedindo resgatando o caso de Cambé: “nós vimos, neste caso lamentável de Cambé, que o jovem, por meio de redes sociais, manifestou a intenção de fazer o que fez e uma das formas de ajudar é monitorar – porque o menor não tem autonomia nas coisas que faz” finaliza. 

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá