Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Atirador revela que teria um mentor, segundo advogado Marcelo Gaya

21/06/23 às 13:53 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

Em entrevista, Marcelo Gaya, advogado constituído pela família do atirador, comenta que o autor do assassinato “havia dado uma declaração as autoridades policiais. E ele fala de um mentor. Eu até questionei: ‘um mentor? Mas o que? Um mentor espiritual, um mentor...?’


Ao que responderam: “ – Não. Uma pessoa, doutor.” E continuaram: 

Leia mais:

Imagem de destaque
CONFRONTO

Cinco homens são mortos em confronto com a Polícia Militar em Cascavel

Imagem de destaque
POLICIAL

Polícia Civil cumpre mandado de prisão por homicídio no bairro Santa Felicidade

Imagem de destaque
MAUÁ DA SERRA

PRF apreende quase 50 quilos de cocaína com casal no Paraná

Imagem de destaque
VIOLÊNCIA

Jovem é morto a tiros no meio da rua no Sanga Funda


“ – Mas não é essa pessoa que está aqui é outra pessoa”.


“Ficou uma confusão” relata Marcelo Gaya.


 “Nessa confusão, ele não entrou em detalhes comigo. Porque a minha intenção era pegar a procuração, o processo em segredo de justiça - eu não sabia nada do que ele tinha declarado -, e voltar para participar da audiência às 16h” relata o advogado.



Sobre a aquisição da arma


Sobre a aquisição da arma, o advogado acredita que ela tenha sido feita "na surdina".


"Ele trabalhava, remuneradamente, com o pai na lavoura de café e também fazia bicos. Com esses bicos ele foi guardando dinheiro e, com esse dinheiro, ele fez aquisição da arma. Se vocês me perguntarem se o pai ou a mãe tinham ciência, eu acredito que ele tenha feito isso na surdina" comenta Marcelo Gaya. 



Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá