Caso Melissa: TRF rejeita recursos e haverá júri popular

Ellen Santos
Policial | Publicado em 11/07/2019 às 17:08

A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal do Rio Grande do Sul, rejeitou ontem (10), recursos do processo que investiga a morte da psicóloga Melissa Almeida.  

O caso segue para júri popular, mas ainda não tem data definida. O processo que está em segredo de justiça, tramita na esfera federal, porque Melissa era servidora da Penitenciária Federal de Catanduvas.

Na época a investigação apontou que quatro suspeitos respondiam ao processo.

Caso

Melissa foi morta quando chegava em casa, no bairro Canadá em maio de 2017. Ela estava com o marido Rogério Ferrarezi , que é policial civil e o filho, um bebê de dez meses. O companheiro foi baleado, e ao reagir matou um dos suspeitos.

Conforme o que foi apurado, Melissa que atuava como psicóloga e  foi morta sob ordem do PCC (Primeiro Comando da Capital).


Com informações: PF confirma que a agente Melissa de Almeida foi morta a mando do PCC


ENVIE SUGESTÕES, NOTÍCIAS, FOTOS OU VÍDEOS PARA NÓS - ATRAVÉS DO WHATSAPP DO TAROBANEWS - 9.9147-1096.



Relacionados

Ponta Grossa | 12-11-2019 15:49

Ex-companheiro invade residência e acaba preso

Ex-companheiro invade residência e acaba preso

Londrina | 12-11-2019 15:46

Operário é soterrado após deslizamento de terra na zona norte de Londrina

Operário é soterrado após deslizamento de terra na zona norte de Londrina

Cascavel | 12-11-2019 15:38

GDE cumpre mandado de prisão no Bairro Alto Alegre

GDE cumpre mandado de prisão no Bairro Alto Alegre

Londrina | 12-11-2019 14:48

Homens embriagados são presos após darem tiros para o alto na Gleba Palhano

Homens embriagados são presos após darem tiros para o alto na Gleba Palhano

PUBLICIDADE