Linha 4

Publicidade

Caso Tatiane Spitzner: júri de Manvailer recomeça em Guarapuava

Redação Tarobá News

O júri popular de Luis Felipe Manvailer está marcado para ser iniciado às 9h desta terça-feira (4). O biólogo, que é acusado de matar a então esposa Tatiane Spitzner no dia 22 de julho de 2018, em Guarapuava, na região central do Paraná.

Manvailer é acusado de homicídio qualificado e fraude processual, com qualificadora de feminicídio. A defesa nega e afirma que Tatiane Spitzner se suicidou.

O julgamento deve ser transmitido pelo canal do Youtube do TJ-PR (Tribunal de Justiça do Paraná). Quando o link for disponibilizado, o player estará na matéria.


Leia mais: Julgamento de Luis Felipe Manvailer começa nesta quarta-feira

Júri do caso Tatiane Spitzner é adiado após advogado contrair Covid-19

Caso Tatiane Spitzner: julgamento de Luis Felipe Manvailer é remarcado para maio; réu segue preso


ADIAMENTOS

O júri popular já foi adiado três vezes.

A primeira ocasião foi marcada por incompatibilidade de datas, já que os advogados de Manvailer tinham audiências de outros casos. O segundo adiamento aconteceu porque um dos advogados da defesa foi infectado com Covid-19. Já na terceira e última vez, no último dia 10 de fevereiro, os advogados de defesa abandonaram o tribunal.

A defesa de Manvailer quis apresentar vídeos da portaria do prédio onde o casal morava, materiais que não estavam nos autos. A situação gerou um desgaste no Fórum Desembargador Ernani Guarita Cartaxo e o juiz negou a inclusão dos registros nos autos.

O advogado Claudio Dalledone e sua equipe resolveram deixar o julgamento sob justificativa que tiveram o “trabalho cerceado”. A atitude resultou em aplicação de multa de 100 salários mínimos, mas a 1ª Câmara Criminal do TJ-PR retirou a punição sob entendimento que o material deveria ter tido autorização para ser utilizado.

Diante de tudo isso, o júri popular de Manvailer foi remarcado para essa terça-feira (4).

Leia mais datalhes em: Paraná Portal

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade