Gaeco apreende arsenal de guerra em clínica psiquiátrica alvo de operação em Londrina

Murilo Pajolla
Policial | Publicado em 12/02/2019 às 17:56

O Gaeco apreendeu um verdadeiro arsenal de guerra em uma das clínica psiquiátricas que foi alvo de uma operação realizada na manhã desta terça-feira (12). Foram encontradas pistolas, um revólver, e munição, além exemplares de armas longas. 

O local também armazenava itens de uso restrito, como miras laser, acessórios para transformar armas em semi-automáticas e até canetas-revólveres.

LEIA MAIS:

As clínicas funcionavam num mesmo terreno na avenida Universo, zona oeste de Londrina. Segundo o Gaeco, uma das ações realizadas pelos estabelecimentos era protelar as altas dos pacientes para receber valores indevidos por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Uma arma de fogo foi encontrada no interior de um livro (Foto: colaboração/WhatsApp)

Preocupação com pacientes

A preocupação da Promotoria da Saúde agora é com os pacientes. As clínicas, que atendiam casos psiquiátricos e dependentes de drogas, eram as únicas a atenderem pelo SUS em Londrina, recebendo inclusive pacientes de outras cidades da região. 

Com a operação, a direção das entidades foi afastada, mas os estabelecimentos ainda não foram fechadas. Também há suspeita de maus tratos a internos. 

Atualizada às 18h30

(Colaboração: Luciane Miyazaki)



Relacionados

Santo Antônio da Platina | 19-02-2019 17:36

Árvore cai sobre carros durante tempestade em Santo Antônio da Platina

Árvore cai sobre carros durante tempestade em Santo Antônio da Platina

Curitiba | 19-02-2019 16:51

Atirador invade escritório e mata advogado e funcionário

Atirador invade escritório e mata advogado e funcionário

Cascavel | 19-02-2019 16:43

Agentes da PF vão a julgamento de Meneghel no Tribunal de Justiça

Agentes da PF vão a julgamento de Meneghel no Tribunal de Justiça

Policial | 19-02-2019 16:24

Conselho LGBT denuncia assassinato de transexual como crime de ódio

Conselho LGBT denuncia assassinato de transexual como crime de ódio

PUBLICIDADE