Homem é condenado a 24 anos de prisão por estuprar a filha e obrigá-la a abortar

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 21/01/2020 às 21:35

Foto: Tribuna do Norte/Sérgio Rodrigo

Um homem foi condenado a 24 anos de prisão por estupro e aborto tentado, na tarde desta terça-feira (21), após júri popular realizado no Fórum Desembargador Clotário de Macedo Portugal, em Apucarana.

O réu foi acusado pelo Ministério Público (MP) por estuprar a própria filha e engravidá-la. Ainda conforme os autos, o homem ainda obrigou a vítima a abortar três vezes.

Como o processo corre em segredo de Justiça, o júri aconteceu a portas fechadas. Na acusação atuou o promotor Fabrício Drumond Monteiro e a defesa ficou por conta da defensora pública Renata Miranda Duarte.

Fonte: TN Online



Relacionados

São Miguel do Iguaçu | 24-02-2020 10:46

Veículo com pneus contrabandeados é apreendido na BR 277

Veículo com pneus contrabandeados é apreendido na BR 277

Apucarana | 24-02-2020 10:27

Criança morta após ser baleada será sepultada nesta segunda-feira

Criança morta após ser baleada será sepultada nesta segunda-feira

Londrina | 24-02-2020 10:19

Dois são presos dirigindo embriagados em rodovias estaduais na região

Dois são presos dirigindo embriagados em rodovias estaduais na região

Congonhinhas | 24-02-2020 09:59

Congonhinhas: três presos fogem da Cadeia da cidade

Congonhinhas: três presos fogem da Cadeia da cidade

PUBLICIDADE