Homem preso com R$ 860 mil diz que arma encontrada com ele foi plantada por GMs

Murilo Pajolla
Policial | Publicado em 15/03/2019 às 17:53

O servente de pedreiro preso pela Guarda Municipal (GM) com R$ 860 mil reais em dinheiro em novembro do ano passado afirmou à Justiça que a arma encontrada no carro em que ele estava teria sido plantada pela GM. 

O caso terminou com o afastamento de 15 guardas municipais, que foram acusados que ficar com parte do dinheiro. Um dos guardas foi considerado inocente em um procedimento interno da GM e voltou ao trabalho. 

LEIA MAIS:

Paulo Lucas de Oliveira de 22 anos se negou a dar esclarecimentos sobre a origem do dinheiro, mas respondeu afirmativamente quando foi perguntado se a arma, uma pistola 9 milímetros, teria sido plantada. 

O inquérito policial sobre o suposto desvio de dinheiro ainda não foi concluído. O secretário de Defesa Social, Pedro Ramos, afirmou que por enquanto não vai comentar o caso. 

Caso a culpa dos 14 agentes da GM seja comprovada, eles podem ser demitidos. 

(Colaboração: Kathulin Tanan)



Relacionados

Paiçandu | 23-03-2019 08:56

Jovem de 20 anos é esfaqueado em Paiçandu e é socorrido em estado grave

Jovem de 20 anos é esfaqueado em Paiçandu e é socorrido em estado grave

Policial | 23-03-2019 08:49

Menino se mata em SC após falar sobre ‘Momo’

Menino se mata em SC após falar sobre ‘Momo’

Policial | 23-03-2019 08:42

Vereador Adelar Neumann tem prisão revogada

Vereador Adelar Neumann tem prisão revogada

Brasilândia do Sul | 23-03-2019 08:34

Homem é morto a tiros em Brasilândia do Sul

Homem é morto a tiros em Brasilândia do Sul

PUBLICIDADE