Linha 4

Publicidade

Julgamento do caso Andressa Brito é remarcado para junho

Ellen Santos

O julgamento do homem acusado de matar Andressa Brito de Souza de Lima de 25 anos, na Vila Cajati, área rural de Cascavel foi adiado para junho. O júri começou às 9h da manhã no tribunal de uma faculdade particular da cidade, mas a pedido da defesa da vítima foi reformado. 

Os advogados da família de Andressa pediram uma nova perícia. 

Crime

O crime aconteceu no dia 15 de fevereiro de 2020. O suspeito invadiu a casa da vítima, a estuprou e matou com várias facadas.

Ele ainda colocou vários cobertores sobre o bebê de 5 meses, filho da vítima, que foi salvo por equipes do Siate.

Leia mais: DH prende suspeito de homicídio na Vila Cajati

DH fala sobre a prisão de suspeito de matar mulher na Vila Cajati

Jovem é morta a facadas e bebê é agredido no Cajati

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade