Morte de motorista de aplicativo tem reviravolta em Sarandi

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 31/01/2020 às 09:51

Plantão Maringá

De homicídio a Latrocínio. O caso que envolve a morte do motorista de aplicativo José Aparecido de Sales, 41 anos teve uma reviravolta na manhã de ontem quinta-feira (30), de acordo com Delegado Dr. Adriano Garcia. 

O crime ocorreu no dia 25 de novembro de 2019 na Rua Vereador José Fernandes, em Sarandi.O casal suspeito da morte foi preso preventivamente no dia 15 de janeiro de 2020. A arma e a motocicleta utilizada no crime também foram apreendidas. 

Após a prisão, os envolvidos assumiram a autoria do crime durante interrogatório alegando que durante uma corrida José Aparecido teria assediado a esposa e por esse motivo teriam ido atrás da vitima e efetuado os disparos.

Porém, durante as investigações os policias descobriram que a mulher não solicitou corrida em aplicativo naquele dia, e que seria impossível o casal, localizar a vitima num curto espaço de tempo e também apresentaram algumas contradições nos interrogatórios. Na manhã de ontem o casal foi ouvido novamente e durante o interrogatório assumiram que mataram José Aparecido de Sales, após uma tentativa de roubo. De acordo com o Delegado Adriano, após anunciar o roubo o casal se assustou com um movimento feito pela vitima. A mulher que estava na garupa, achando que José iria reagir, grita para o namorado atirar.   Os suspeitos passam a responder por latrocínio, e podem pegar de 20 (vinte) a 30 (trinta) anos de reclusão.


Plantão Maringá



Relacionados

Londrina | 14-07-2020 14:12

Câmera flagra mulher sendo violentamente espancada em Londrina

Câmera flagra mulher sendo violentamente espancada em Londrina

Guaíra | 14-07-2020 14:04

PRF apreende R$ 100 mil em iPhones no Paraná

PRF apreende R$ 100 mil em iPhones no Paraná

Londrina | 14-07-2020 11:07

Açougueiro que matou ex-mulher presta novo depoimento

Açougueiro que matou ex-mulher presta novo depoimento

Londrina | 14-07-2020 10:39

Nucria pede ajuda para localizar foragido por estupro de vulnerável

Nucria pede ajuda para localizar foragido por estupro de vulnerável