Mulher queimada pelo marido em Carlópolis morre em Londrina

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 12/09/2019 às 10:20

Arquivo Pessoal

A mulher de 32 anos, vítima de um atentado pelo próprio marido morreu na última quarta-feira (11) no Hospital Universitário de Londrina. Sueli Pedroso de Oliveira, teve 60% do corpo queimado após o marido atear fogo nela e na filha de apenas 4 anos em Carlópolis. Ela estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Central de Tratamento de Queimados (CTQ) do HU desde o dia 21 de agosto.

O HU, porém, não informou sobre o estado de saúde da criança, que também permanece internada na Central de Tratamento de Queimados (CTQ) da unidade.

LEIA MAIS

Relembre o caso
O caso aconteceu no dia 21 de agosto o comerciante Antônio de Oliveira, de 52 anos, marido de Sueli jogou gasolina no corpo da mulher, da filha e nos cômodos da casa e ateou fogo ao local. As chamas foram contidas por vizinhos. As duas ficaram gravemente feridas e receberam os primeiros atendimentos no Hospital Municipal. Em seguida foram transferidas para Londrina.

O homem apontado como responsável pelo atentado, foi preso pouco tempo depois pela Polícia Militar.

(com informações de Tribuna do Vale)



Relacionados

Londrina | 25-02-2020 16:20

Atos de crueldade contra mulheres avançam de forma desenfreada

Atos de crueldade contra mulheres avançam de forma desenfreada

Rolândia | 25-02-2020 15:33

Homem que matou ex-mulher e tirou a própria vida é velado em Rolândia

Homem que matou ex-mulher e tirou a própria vida é velado em Rolândia

Apucarana | 25-02-2020 15:17

Vídeos mostram moradores ateando fogo em casa do suspeito de matar criança baleada

Vídeos mostram moradores ateando fogo em casa do suspeito de matar criança baleada

Curitiba | 25-02-2020 14:30

Associação de bares diz que Carnaval de Curitiba foi subestimado; GM e PM rebatem

Associação de bares diz que Carnaval de Curitiba foi subestimado; GM e PM rebatem