Linha 4

Publicidade

PM diz que suspeito de matar PF foi baleado pela própria vítima; causas são investigadas

Redação Tarobá News

A Polícia Militar informou na noite de sexta-feira, 26, que as causas que levaram a morte do policial federal José Fernando Coutinho, de 63 anos de idade, ainda estão sendo investigadas. O policial foi morto a tiros na Rua Harpia, na região da Vila A, por volta das 20h30. Segundo testemunhas, Coutinho teria tentado impedir um assalto à residência de um vizinho, quando o suspeito efetuou pelo menos 9 disparos atingindo a vítima. A Polícia Federal também irá investigar o crime.

“Não tem como afirmar se era um roubo, está situação ainda precisa ser esclarecida, está bastante confusa. O que se sabe é que um indivíduo foi visto entrando em alguns terrenos” informou o Tenente Veiga em entrevista à Rádio Cultura. “A família da residência ao lado informou que viu um indivíduo pelado, pedindo ajuda, gritando que tinha uma terceira pessoa querendo mata-lo, então o policial teria encontrado o suspeito armado, houve confronto e infelizmente ele morreu no local” informou.

Poucos minutos depois o principal suspeito do homicídio foi localizado na Rua Porto Alegre, também na Vila A. Ele estava com uma moto que era de propriedade do Policial Federal. O suspeito estava baleado e foi atendido pelo SIATE e encaminhado ao Hospital Municipal. “Tem uma segunda pessoa, que no caso teria sido quem baleou o policial, foi preso, também foi baleado, não foi baleado pela polícia, foi baleado no confronto com o policial federal” explicou Veiga. “A moto era do policial e foi encontrada com o indivíduo baleado, por isso é o principal suspeito, mas não podemos afirmar ainda” disse.

Fonte: Rádio Cultura Foz

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade