Polícia Civil apreende arma após homem matar cadela a tiros

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 13/03/2020 às 16:29

Nesta sexta-feira (13), a Polícia Civil de São Miguel do Iguaçu realizou a apreensão de uma espingarda em uma residência na comunidade Barro Branco, na região da Serra do Mico, após diligências para apurar uma denúncia de que um morador teria matado uma cadela a tiros.

No início da manhã o dono do animal procurou a Polícia Militar para registrar um boletim de ocorrência, no qual ele relatou que seu vizinho havia efetuado disparos, possivelmente com uma espingarda calibre 22, na cadela, a qual acabou não resistindo e morrendo.

Ainda segundo o dono do animal, a mesma estava com cinco filhotes, os quais estão com apenas quinze dias de vida. Aos policiais o dono relatou que este já seria o segundo animal que teria sido morto da mesma forma pelo homem.

Uma viatura da PM então se deslocou ao endereço indicado para tentar localizar o autor, porém o mesmo não foi encontrado, sendo então o dono do cachorro orientado a procurar a delegacia.

Diante dos fatos, a Polícia Civil se deslocou até a residência do suspeito de ter atirado na cadela, e com autorização do mesmo realizou buscas no interior do imóvel, sendo encontrada uma arma, uma espingarda de pressão, que seria de um outro morador da casa e que não foi encontrado no local, sendo então a arma apreendida.


Com informações da Polícia Civil



Relacionados

Curitiba | 03-06-2020 17:32

Jovem é executado a tiros por ocupantes de carro em Curitiba

Jovem é executado a tiros por ocupantes de carro em Curitiba

Curitiba | 03-06-2020 17:04

Ex-vereador de Curitiba é condenado na Operação Quadro Negro

Ex-vereador de Curitiba é condenado na Operação Quadro Negro

Marechal Cândido Rondon | 03-06-2020 16:15

PRF apreende carro recheado de cigarros em Marechal Cândido Rondon

PRF apreende carro recheado de cigarros em Marechal Cândido Rondon

Palmeira | 03-06-2020 16:05

Polícia Civil prende suspeito de desviar carga de 32 toneladas de soja do Mato Grosso

Polícia Civil prende suspeito de desviar carga de 32 toneladas de soja do Mato Grosso