Polícia elucida 57% dos homicídios ocorridos em Curitiba de janeiro a julho

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 20/09/2019 às 18:20

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) elucidou 57% dos homicídios registrados na Capital nos primeiros sete meses desse ano. De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública, o aumento na eficiência policial para identificar os autores de assassinatos se deve, principalmente, ao emprego do serviço de inteligência para levantamento de dados relacionados a organizações criminosas, já que a maioria dos crimes são relacionados ao tráfico ou uso de drogas. O índice de solução de crimes em todo o ano de 2018 foi de 37%.

Dos 143 assassinatos ocorridos entre janeiro e julho desse ano em Curitiba, 82 já foram esclarecidos, ou seja, possuem autoria conhecida pela PCPR. A maioria (97,5%) dos suspeitos são homens – apenas dois autores identificados são mulheres. Entre as vítimas estão 10 mulheres e 133 homens.

A delegada da PCPR, Camila Cecconello, atrela a eficiência a diversos fatores, como dedicação dos policiais civis e serviço de inteligência. Porém, também destaca o trabalho de mapeamento e identificação de chefes de organizações criminosas, o que está determinando a rapidez na elucidação dos delitos. “ “Além da utilização de programas de inteligência, a gente foca em identificar os chefes de quadrilha de determinadas regiões que mandam matar ou matam as vítimas. Muitas vezes a pessoa é suspeita por diversos homicídios que estão sendo investigados ao mesmo tempo””, explica Camila.

A partir da identificação dos suspeitos, a PCPR solicita a prisão à Justiça. A delegada afirma que a detenção dos criminosos é o fechamento de um ciclo de violência. “A partir da “prisão desses autores, que são chefes de organizações criminosas, elucidamos os crimes e prevenimos outros””, complementa.

Segundo ela, em geral, “os chefes desses grupos estão ligados ao tráfico de drogas e matam por domínio de território”. Dos 143 homicídios registrados nos primeiros sete meses do ano na Capital, 78% (110) estão relacionados ao tráfico ou uso de entorpecentes.

CRIMES ANTIGOS – De janeiro a julho de 2019, a Polícia Civil do Paraná também esclareceu 52 homicídios ocorridos em Curitiba entre 2010 e 2018. Desses, 34,6% (18) foram cometidos no ano passado. A secretaria estadual destaca que a eficiência na elucidação de assassinatos garante resposta à sociedade quanto às investigações.

A resolução de crimes “antigos” também melhorou o índice de elucidação de outros anos. No ano passado, 37% dos crimes registrados na Capital haviam sido solucionados até dezembro. Com a identificação de autoria de 18 assassinatos de 2018 durante os sete primeiros meses de 2019, o índice subiu para 42%. Foram registrados, ao todo, 185 homicídios no ano passado na Capital.

AEN



Relacionados

Curitiba | 13-10-2019 17:04

Estuprador ataca jovem com spray de pimenta em Curitiba

Estuprador ataca jovem com spray de pimenta em Curitiba

Cascavel | 13-10-2019 16:03

Dois adolescentes são apreendidos com cocaína no Periolo

Dois adolescentes são apreendidos com cocaína no Periolo

Ponta Grossa | 13-10-2019 14:01

Briga generalizada acaba com três presos em bairro de Ponta Grossa

Briga generalizada acaba com três presos em bairro de Ponta Grossa

Planaltina do Paraná | 13-10-2019 13:07

Ladrão morre em confronto durante assalto a posto

Ladrão morre em confronto durante assalto a posto

PUBLICIDADE