Prefeitura é condenada a pagar R$ 5,3 milhões às famílias das vítimas de ex-GM

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 20/01/2020 às 14:14

O juiz Emil Gonçalves da 2ª Vara da Fazenda Pública condenou o Município de Londrina a pagar indenização de R$ 5,3 milhões a título de danos morais aos familiares das vítimas do ex-guarda municipal Ricardo Leandro Felipe, que matou três pessoas em abril de 2017 após ter sofrido um suposto surto psicótico. 

A sentença também determina pagamento de pensão vitalícia no valor de R$ 1.714 mensais a Maura Espinosa de Gouveia Siena, que teve o marido e o neto mortos por Ricardo, além de ter sido alvejada por um tiro. A decisão publicada nesta segunda-feira (20) beneficia também outras cinco parentes de vítimas. 

O juiz ainda estipulou pagamento de danos materiais correspondentes ao valor dos medicamentos e tratamentos de saúde das vítimas. A quantia ainda será definida. 

A Procuradoria do Prefeitura afirmou que não se manifesta em relação a processos judiciais em andamento. O Município irá elaborar a defesa e se pronunciar nos autos do processo.

Ricardo Felipe foi encontrado morto, sozinho e enforcado, em sua cela na PEL II em outubro de 2018. 



Relacionados

Pato Bragado | 18-02-2020 17:03

Veículo e embarcação carregados com cigarros são apreendidos

Veículo e embarcação carregados com cigarros são apreendidos

Pato Branco | 18-02-2020 16:47

Idoso morto na cadeia pública de Pato Branco tinha sido preso por estupro

Idoso morto na cadeia pública de Pato Branco tinha sido preso por estupro

Londrina | 18-02-2020 16:46

Justiça prorroga prisão de policiais civis acusados de desviarem carga

Justiça prorroga prisão de policiais civis acusados de desviarem carga

Ponta Grossa | 18-02-2020 16:16

Morre homem baleado na cabeça na Vila Cipa

Morre homem baleado na cabeça na Vila Cipa

PUBLICIDADE