Professor foi torturado e assassinado por homofobia, diz polícia; sete são indiciados

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 21/02/2020 às 16:15

Sete pessoas foram indiciadas, nesta sexta-feira (21), por participação na morte do professor Pescador, 40 anos. Para a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Curitiba, o crime ocorrido em um ‘after’ no bairro Alto Boqueirão foi motivado por homofobia. A vítima foi encontrada morta no dia 1º de dezembro do ano passado, nas proximidades do Zoológico de Curitiba.

Para a Polícia Civil, todos os sete devem responder pelo crime de homofobia, que foi equiparado ao crime de racismo por entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF). Quatro deles, segundo a investigação, tiveram participação direta na morte e vão responder por homicídio triplamente qualificado, com tortura, motivo fútil e impossibilidade de defesa. Três vão responder por omissão de socorro. Por fim, uma adolescente é citada na conclusão do inquérito. Ela deve responder por ato infracional por quatro crimes, mas homicídio não é um deles.

De acordo com o delegado Tito Livio Barichello, o caso é bastante complexo, mas a polícia conseguiu apurar o ocorrido na casa do Alto Boqueirão. 

Ronaldo foi encontrado morto com uma peça íntima feminina na boca, o que já dava indícios da homofobia.

Com a conclusão do inquérito, três dos quatro indiciados por homicídio tiveram a prisão temporária convertida em preventiva.

O Ministério Público do Paraná já protocolou a denúncia contra os investigados e a Justiça deve agora decidir se torna todos réus.

Com informações: BandaB



Relacionados

Lindoeste | 27-03-2020 11:53

PC cumpre mandados de prisão contra acusados de homicídio em Lindoeste

PC cumpre mandados de prisão contra acusados de homicídio em Lindoeste

Cascavel | 27-03-2020 10:59

PRF flagra caminhoneiro com “rebite” na BR 277 em Cascavel

PRF flagra caminhoneiro com “rebite” na BR 277 em Cascavel

Cascavel | 27-03-2020 09:38

Polícia apreende munições e drogas durante cumprimento de mandato no Bairro Melissa

Polícia apreende munições e drogas durante cumprimento de mandato no Bairro Melissa

Cascavel | 27-03-2020 09:26

Conselho de Segurança diz que arrombamento e furtos diminuíram em Cascavel

Conselho de Segurança diz que arrombamento e furtos diminuíram em Cascavel

PUBLICIDADE