Promotoria garante condenação de réu que recebeu pena de 17 anos de prisão por feminicídio

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 07/12/2018 às 17:35

Foto: MPPR

Foi realizado na quinta-feira, 6 de dezembro, o primeiro julgamento por feminicídio na comarca de Santa Isabel do Ivaí, no Noroeste paranaense. Denunciado pelo Ministério Público do Paraná por homicídio qualificado, o réu foi condenado pelo Tribunal do Júri e recebeu pena de 17 anos de prisão em regime fechado.

No caso em questão, o réu matou sua esposa em setembro de 2017. Ela foi espancada com um pedaço de madeira e golpeada no pescoço a facadas. O MPPR sustentou a tese de homicídio qualificado por motivo fútil, uso de meio cruel e feminicídio (ou seja, a vítima foi morta em razão de sua condição de mulher).

O réu está preso preventivamente desde a época dos fatos e teve negado o direito de recorrer em liberdade.

 Fonte: MPPR



Relacionados

Londrina | 30-11-2018 18:01

Operário tem ferimento grave ao sofrer acidente de trabalho na Gleba Palhano

Operário tem ferimento grave ao sofrer acidente de trabalho na Gleba Palhano

Santa Terezinha de Itaipu | 30-11-2018 17:54

Polícia Civil incinera 870 kg de drogas e mercadorias

Polícia Civil incinera 870 kg de drogas e mercadorias

Campina da Lagoa | 30-11-2018 17:37

Adolescente de 12 anos morre após tomar vacina de tétano e polícia investiga em Campina da Lagoa

Adolescente de 12 anos morre após tomar vacina de tétano e polícia investiga em Campina da Lagoa

Nova Aurora | 30-11-2018 17:34

Promotoria denuncia professor que assediava alunas do ensino fundamental

Promotoria denuncia professor que assediava alunas do ensino fundamental

PUBLICIDADE