Linha 4

Publicidade

Supostas vítimas de ex-prefeito alegam ter engravidado após abuso sexual

Redação Tarobá News

Residência do ex-prefeito de Cambira, onde ele foi preso por estupro de vulnerável. (Foto: Polícia Civil)

A Polícia Civil ouviu duas jovens que alegam ter tido relações sexuais e engravidado do empresário e ex-prefeito de Cambira Sidney Bellini. Ele está preso desde a semana passada acusado de estupro de vulnerável em uma cela com outros 29 detentos.

Uma das supostas vítimas afirmou que as relações começaram quando ela tinha 11 anos de idade. Grávida de 8 meses, ela alega que o empresário é o pai da criança. Outra jovem, que vive com a filha na cidade de Ivaiporã, também afirmou que engravidou do acusado.

Ameaças

A Polícia Militar (PM) registrou denúncias de ameaças contra uma suposta vítima de Sidney Bellini. Segundo a PM, a adolescente de 16 anos afirmou que um homem entrou na casa onde ela mora com a avó de 75 anos, ordenou que elas entrassem no banheiro e ateou fogo em um sofá. Ela também disse que começou a receber ameaças através de bilhetes e ligações em seu celular.

O fogo foi controlado graças a uma vizinha que percebeu a fumaça e socorreu as vítimas. A jovem disse que um outro ataque à mesma residência foi registrado no último sábado (23). Desta vez o fogo foi ateado em roupas que estavam em uma máquina de lavar. A relação entre os ataques e o caso que envolve o ex-prefeito de Cambira será investigada.

Fonte: TN Online

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.