Testemunha afirma que bebê morto em Porecatu passou 15 dias com a mesma roupa

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 21/05/2019 às 21:39

A Polícia Civil de Porecatu deve ouvir nesta quarta-feira (21) a mãe do bebê encontrado morto na casa da avó na última sexta-feira. Nesta terça, mais depoimentos foram tomados.

Novos depoimentos no caso da morte do bebê em Porecatu demonstram descaso em relação à criança. E as testemunhas ouvidas até agora confirmam que a mãe estava ciente de toda a situação precária da casa. Na delegacia de Porecatu mais quatro testemunhas foram ouvidas, e novos relatos de descaso com o bebê Wyllan Penteado Rodrigues, de 1 ano e sete meses. 

As testemunhas ouvidas nesta terça-feira relataram um modo de vida bastante desregrado tanto da mãe quanto da avó, Michele Rodrigues. Uma das fala sustenta a tese negligência em relação ao bebê. Em um dos depoimentos foi dito que a criança passou os últimos 15 dias com a mesma roupa. O crime foi descoberto na última sexta-feira. O bebê foi encontrado morto na casa da avó que estava em situação de total insalubridade. De acordo com a polícia já estaria morto há dias. Michele Rodrigues, de 39 anos, foi presa por homicídio. 

Um crime por omissão, já que a morte teria sido por fome e sede. A mãe de 17 anos estava no Mato Grosso e tinha viajado há quinze dias. Os relatos desta terça-feira foram decisivos para demonstrar a conduta da adolescente que, mesmo sabendo das condições da casa, deixou o filho. O depoimento dela está marcado para esta quarta-feira. A jovem também pode ser responsabilizada.

O laudo do IML ainda não saiu. A defesa da avó acusada de homicídio por negligência pediu a liberdade provisória e a internação de Michele Rodrigues, alegando que ela teria problemas psiquiátricos.

A defesa de Michele apresentou pedidos de liberdade provisória e internação, com solicitação de exame de sanidade mental. A avó do bebê continua presa preventivamente no 3º Distrito Policial de Londrina, mantida em cela separada, já que tem curso superior.

Reportagem: Heloísa Pedrosa.



Relacionados

Ibiporã | 11-12-2019 16:32

Polícia prende quadrilha suspeita de tráfico de drogas em Ibiporã

Polícia prende quadrilha suspeita de tráfico de drogas em Ibiporã

Cruzeiro do Oeste | 11-12-2019 16:26

DEPEN realiza operação de revista na PECO e frusta fuga em andamento

DEPEN realiza operação de revista na PECO e frusta fuga em andamento

Foz do Iguaçu | 11-12-2019 15:33

Cabelo é apreendido no aeroporto de Foz do Iguaçu

Cabelo é apreendido no aeroporto de Foz do Iguaçu

Londrina | 11-12-2019 13:12

Famílias de mortos em confronto vão a Curitiba pedir agilidade em investigações

Famílias de mortos em confronto vão a Curitiba pedir agilidade em investigações