Tribunal do Júri de Ibiporã condena a 21 anos e 4 meses de reclusão homem acusado da morte de criança de dois anos

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 11/05/2018 às 13:40

MPPR

Nesta quinta-feira, 10 de maio, o Tribunal do Júri de Ibiporã, no Norte Pioneiro do estado, condenou à pena de 21 anos e 4 meses de reclusão homem acusado pelo crime de homicídio triplamente qualificado. A vítima foi seu enteado, de apenas dois anos de idade.

Segundo a denúncia do Ministério Público do Paraná, enquanto a mãe da criança trabalhava, o réu espancou o menino com extrema violência, atingindo-o na região das costas e do tórax, o que provocou sua morte em decorrência de lesões pulmonares, ruptura do fígado e hemorragia interna.

O crime foi triplamente qualificado, pois foi praticado com recurso que dificultou a defesa da vítima, uma vez que ocorreu quando a criança encontrava-se sozinha em casa, sob a responsabilidade do réu; foi provocado por motivo fútil (a criança não parava de chorar) e foi empregadado meio cruel, já que foi utilizada violência desproporcional à situação.

Como já se encontrava preso preventivamente, inclusive em cumprimento de pena pela prática de outros crimes, o réu não poderá recorrer em liberdade.

MPPR



Relacionados

Cascavel | 23-05-2018 11:15

Polícia recupera cheques roubados de garagem de veículos

Polícia recupera cheques roubados de garagem de veículos

Foz do Iguaçu | 23-05-2018 09:05

Operação Laranja da Polícia Federal cumpre mandados de prisão

Operação Laranja da Polícia Federal cumpre mandados de prisão

Toledo | 23-05-2018 09:05

Polícia divulga retrato falado de suspeitos de estupro

Polícia divulga retrato falado de suspeitos de estupro

Foz do Iguaçu | 23-05-2018 09:02

Bandidos são mortos e policial é baleado em confronto

Bandidos são mortos e policial é baleado em confronto