Vereador detido em Marechal Cândido Rondon é trazido para Cascavel

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 15/05/2019 às 12:35

O vereador Nilson Hachmann, seu filho e outra pessoa foram presos nesta manhã (15) pelo Gaego, em Marechal Cândido Rondon. O três foram trazidos para o Instituto Médico Legal de Cascavel para passarem por exames de corpo e delito. 

Eles foram detidos por investigações iniciadas em 2018, que constataram que o parlamentar utiliza empresas em nome de "laranjas", inclusive de seu próprio filho, para formar contratos irregulares com a administração pública municipal, utilização de sua posição é prestígio político para se beneficiar financeiramente do esquema.

 Câmara de Vereadores se manifestou por meio de nota. 


- A operação no Poder Legislativo foi específica em relação ao vereador preso;
- Os contratos suspeitos de irregularidades foram firmados entre empresas e a Prefeitura. Nenhuma licitação ou contrato envolvendo a Câmara de Vereadores está sob suspeita dos investigadores;
- As buscas no Poder Legislativo restringiram-se exclusivamente à mesa e ao arquivo particular do vereador;
- Não houve buscas na contabilidade, nem na secretaria ou qualquer outro gabinete ou dependência da Câmara de Vereadores.

A Câmara está à disposição de qualquer esclarecimento às autoridades e reafirma a lisura de todos os atos administrativos da atual direção da Casa de Leis.


Leia mais: Prefeitura, Câmara de Vereadores e empresas são alvos de operação do GAECO



Relacionados

Céu Azul | 23-05-2019 17:25

Casal é detido pela PRF com veículo furtado na BR 277

Casal é detido pela PRF com veículo furtado na BR 277

Curitiba | 23-05-2019 17:10

Jovem de 26 anos diz que matou cabeleireiro após discussão em cobertura

Jovem de 26 anos diz que matou cabeleireiro após discussão em cobertura

Cascavel | 23-05-2019 15:04

PC prende traficante no Cancelli

PC prende traficante no Cancelli

Nova Fátima | 23-05-2019 13:53

Homem morre em confronto com PM após assaltar posto em Nova Fátima

Homem morre em confronto com PM após assaltar posto em Nova Fátima

PUBLICIDADE