Vizinhos chamaram PM oito vezes antes de mulher ser morta por marido no PR

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 15/03/2019 às 18:55

Foto: Reprodução / Facebook

Na madrugada de 14 de janeiro, Daniela Eduarda Alves foi morta a facadas pelo marido Emerson Bezerra, 34 anos, em Fazenda Rio Grande, município da Região Metropolitana de Curitiba. Gravações telefônicas revelam que vizinhos acionaram a Polícia Militar (PM) diversas vezes para denunciar as agressões e os pedidos de socorro da vítima.

Segundo a investigação, as agressões teriam começado por volta das 23 horas mas a viatura da PM chegou ao local somente às 2h20. A vítima já estava morta há 20 minutos. Emerson foi preso horas depois.

Nas gravações, solicitadas e anexadas ao processo pelo Ministério Público do Paraná (MPPR), moradores relatam que ouvem os gritos de socorro.

As ligações para a Polícia Militar continuam. Os vizinhos relatam que vão dormir com os gritos de socorro. “Já pedimos umas três vezes, o cara está matando a mulher aqui e ninguém veio até agora”, diz uma moradora. “Tem que aguardar, senhora. A ocorrência está aberta”, responde o atendente da Central de Operações Policiais Militares (Copom). Os carros estariam em atendimento em outras ocorrências na região.

Algumas horas depois, a polícia foi acionada, no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Emerson foi para a casa da mãe e ao ser questionado sobre o sangue em suas roupas, teria confessado o crime. O padrasto não concordou com a situação e acionou a polícia.  “Ele está todo ensanguentado. Falei com os parentes dela que vão lá ver”, diz.

O secretário de Segurança Pública do Paraná, general Luiz Felipe Carbonell, falou sobre o caso nesta sexta-feira (15). Ele lamentou a morte de Daniela e admitiu as falhas na estrutura policial. “Ficou bem claro que todas as nossas viaturas estavam empenhadas em outras ocorrências. Não podemos interromper uma ocorrência para atender outra. Nós temos que atender o protocolo estabelecido. Foi uma tragédia, uma fatalidade. Nós temos falta de efetivo, falta de viaturas”, diz Carbonell.

O governador do Paraná, Ratinho Júnior, lembrou que assumiu o governo com grande parte da frota parada em oficinas, o que reflete no atendimento à população. E afirmou que existe um estudo para trabalhar com viaturas locadas, com o objetivo de substituir veículos baixados para conserto.

“Temos que melhorar a estrutura para que a Polícia Militar possa atender o máximo de ocorrências da maneira mais rápida possível. Pedi um estudo para alugar viaturas, a viatura anda em média, por mês, de vinte a trinta mil quilômetros. É uma falha grave e o que podemos fazer é amenizar levando mais eficiência para o serviço da policia”, destacou o governador.

A Secretaria de Segurança Pública investiga o caso internamente, para saber se houve algum tipo de erro no atendimento. A Polícia Militar, no entanto, não informou que tipo de ocorrência as viaturas atendiam no momento das chamadas. Emerson bezerra, o assassino, está preso por homicídio triplamente qualificado: feminicídio, motivo torpe e meio cruel.

Inquérito

Segundo a delegada Gislaine Ortega Pineda, Emerson Bezzera da Silva confessou o crime e teria declarado que tudo começou com uma briga de casal.

Foto: Reprodução


“Na data dos fatos, ele teria pedido o celular da esposa para despertar e ela teria se recusado. Ele teria se exaltado e a empurrado sobre uma mesa de vidro. Ele alega que quando ela levantou, pegou um dos estilhaços e o atingido nas coxas e no pescoço. Ele alega que diante dessa agressão foi até a cozinha e pegou uma faca e ao retornar ela teria o provocado, ele teria perdido a cabeça e desferido os golpes que levaram a vítima a óbito”, relatou a delegada à Rádio Banda B na época.

Durante o depoimento, o homem alega que não havia nenhuma crise conjugal, mas familiares teriam relatado informalmente sobre um pedido de separação por parte da vítima. Outras pessoas ainda serão ouvidas para conclusão do inquérito.

Fonte: Paraná Portal



Relacionados

Nova Aurora | 23-03-2019 10:21

Adolescente de Nova Aurora está desaparecida

Adolescente de Nova Aurora está desaparecida

Curitiba | 23-03-2019 09:01

Jovem é assassinado a tiros e crime provoca correria no Largo da Ordem

Jovem é assassinado a tiros e crime provoca correria no Largo da Ordem

Paiçandu | 23-03-2019 08:56

Jovem de 20 anos é esfaqueado em Paiçandu e é socorrido em estado grave

Jovem de 20 anos é esfaqueado em Paiçandu e é socorrido em estado grave

Policial | 23-03-2019 08:49

Menino se mata em SC após falar sobre ‘Momo’

Menino se mata em SC após falar sobre ‘Momo’

PUBLICIDADE