Abaixo assinado que pede cassação de Filipe Barros é entregue à Câmara

Redação Tarobá News
Política | Publicado em 02/06/2017 às 09:44

Foto: Flavio Garcia

Representantes do Coletivo dos Sindicados de Londrina entregaram o abaixo assinado que exige cassação do vereador Filipe Barros à Câmara nessa quinta-feira (01). Os sindicalistas coletaram 3.500 assinaturas e querem que a mesa executiva encaminhe o pedido ao Plenário. O coletivo já denunciou o vereador por quebra de decoro parlamentar.

Foto: ArquivoFoto: Arquivo 

Filipe Barros gravou e divulgou um vídeo nas redes sociais no dia 28 de abril, chamando os manifestantes que participavam da greve geral nacional contra as reformas da previdência e trabalhista de vagabundos. A gravação também incentiva a prática de bullyng.

E a mesa diretora analisou uma representação contra Barros, de autoria do estudante Pedro Henrique Linares Gil. "É possível uma transgressão no artigo 8º do código de ética e quem faz a análise de mérito é a Comissão de Ética, então encaminhamos o pedido para esse jurídico para que a apuração seja feita", explica Mario Takahashi, presidente da Câmara Municipal de Londrina.

Mario ainda comenta sobre a representação contra o vereador Boca Aberta, que foi arquivada. "A acusação foi de ofensa pessoal durante uma audiência pública realizada na Câmara. O vereador manifestou a sua opinião e entrou em atrito com um parlamentar de outro município. Mas o pedido foi para que houvesse enquadramento no artigo 9º e, nesse caso, não se enquadra no artigo 9º. Por isso, o pedido foi arquivado."



Relacionados

Política | 23-09-2018 10:45

Ciro volta ataques a Bolsonaro em redes sociais

Ciro volta ataques a Bolsonaro em redes sociais

Política | 23-09-2018 08:35

Eleito terá de enfrentar déficit nas contas da Previdência

Eleito terá de enfrentar déficit nas contas da Previdência

Política | 23-09-2018 08:21

'Alvo' de mil PECs, Constituição Já foi alterada 99 vezes

'Alvo' de mil PECs, Constituição Já foi alterada 99 vezes

Política | 22-09-2018 21:35

PF vai concluir inquérito sobre ataque a Bolsonaro na próxima semana

PF vai concluir inquérito sobre ataque a Bolsonaro na próxima semana