Arnaldo Curioni recebe título de honra ao mérito na Câmara Municipal

Redação Tarobá News
Política | Publicado em 13/09/2019 às 16:22

Foto: Flávio Ulsenheimer/Assessoria de Imprensa/CMC

A Câmara Municipal entregou, nesta sexta-feira (13), ao empresário Arnaldo Curioni o título de Honra ao Mérito “por sua excelência na liderança política” e também “pelo notável serviço social prestado à nossa cidade”. A homenagem foi proposta pelo Decreto Legislativo nº 001 de 2008, pelos ex-vereadores Seno Rhoden e Jadir de Mattos e entregue agora pelo atual presidente, Alécio Espínola (PSC).

Com a presença de atuais e ex-vereadores, inclusive os proponentes, a cerimônia aconteceu às 10h no Gabinete da Presidência. Rhoden e Jadir, que foram companheiros de partido do homenageado, também assinaram o título com o presidente Alécio.

Perfil

Natural de Itápolis (SP), aos 15 anos Arnaldo Curioni se mudou para Paraíso do Norte, no Paraná, onde ingressou na carreira bancária como faxineiro no banco Bamerindus. Com dedicação e competência, chegou ao cargo de gerente aos 20 anos de idade.

Passou então por diversas cidades de nosso estado, como Tapejara, Itaporã, Cruzeiro do Oeste, Umuarama, Apucarana e então Cascavel, onde permaneceu por mais de três décadas. Aqui foi candidato a prefeito e secretário de finanças entre 1997 e 2000, além de presidente do extinto Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) por mais de 10 anos.

Assessoria de Imprensa/CMC



Relacionados

Apucarana | 13-02-2020 11:00

Câmara de Apucarana pede instalação de radares na rodovia PR-444

Câmara de Apucarana pede instalação de radares na rodovia PR-444

Marechal Cândido Rondon | 13-02-2020 08:29

MP determina bloqueio de bens do ex-prefeito de Marechal Rondon, Moacir Froehlich

MP determina bloqueio de bens do ex-prefeito de Marechal Rondon, Moacir Froehlich

Política | 13-02-2020 07:30

Maia defende punição após ataque a jornalista durante CPI

Maia defende punição após ataque a jornalista durante CPI

Política | 12-02-2020 18:00

Moro: morte de miliciano foi em confronto com polícia de Estado governado pelo PT

Moro: morte de miliciano foi em confronto com polícia de Estado governado pelo PT