Assessor de senador defendeu família Bolsonaro

Estadão Conteúdo
Política | Publicado em 22/05/2020 às 10:55

Apontado por Paulo Marinho como uma das pessoas que presenciaram o suposto vazamento da Operação Furna da Onça, o advogado Victor Granado Alves defendeu o presidente da República, Jair Bolsonaro, e os filhos em casos que envolvem ofensas aos quilombolas, pedidos de reparação à imprensa e acusação contra o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ).

Após as afirmações que fez envolvendo o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), de quem é suplente, o empresário Paulo Marinho prestou na quinta-feira, 21, depoimento no Ministério Público Federal sobre a suspeita de vazamento.

Durante o depoimento, a defesa do empresário e pré-candidato à prefeitura do Rio pelo PSDB pediu ao MPF que investigue informações de que suas contas bancárias estariam sido alvo de uma "devassa" em represália às suas declarações. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Relacionados

Política | 26-05-2020 12:15

Bolsonaro fez pressão por norma, diz Moro

Bolsonaro fez pressão por norma, diz Moro

Política | 26-05-2020 11:31

Carla Zambelli nega que soube antecipadamente de operação da PF contra Witzel

Carla Zambelli nega que soube antecipadamente de operação da PF contra Witzel

Política | 26-05-2020 11:15

Molon vai representar ao MPF apuração de vazamento de operação contra Witzel

Molon vai representar ao MPF apuração de vazamento de operação contra Witzel

Política | 26-05-2020 10:16

Alvo de ação, Witzel diz que interferência de Bolsonaro na PF está 'oficializada'

Alvo de ação, Witzel diz que interferência de Bolsonaro na PF está 'oficializada'

PUBLICIDADE