Linha 4

Publicidade

Boca Aberta deverá passar duas noites no Creslon

Redação Tarobá News

O deputado federal Boca Aberta (Pros) deverá passar pelo menos dois dias no Centro de Reintegração Social de Londrina (Creslon), onde cumprem pena os presos do regime semiaberto. Depois, a Vara de Execuções Penais decidirá se ele poderá deixar a unidade com tornozeleira eletrônica.

VEJA MAIS: Boca aberta se apresenta no Creslon e concede entrevista: 'perseguição'

Ele se apresentou às autoridades nesta terça-feira (26) após esgotarem-se os recursos do processo em que ele foi condenado por perturbação de sossego, uma contravenção penal. A acusação é referente à “Blitz da Saúde” realizada pelo então vereador em uma UPA de Londrina, durante a qual ele entrou em áreas restritas e filmou os profissionais de saúde.

A pena prevê cumprimento de 17 dias no regime semiaberto. Do total da pena, pelo menos 1/6 teriam que ser cumpridos no Creslon, antes da saída com monitoramento eletrônico. Após a apresentação, Boca Aberta entrou na unidade, onde também estava o coordenador regional do Depen, Reginaldo Peixoto.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade