Bolsonaro tem reuniões com Paulo Guedes e Ernesto Araújo nesta segunda-feira

Estadão Conteúdo
Política | Publicado em 29/06/2020 às 09:36

O presidente Jair Bolsonaro inicia a semana nesta segunda-feira, 29, com reuniões previstas com os ministros da Economia, Paulo Guedes, e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Os encontros ocorrem no período da tarde. Pela manhã, o presidente ainda não tem agenda oficial prevista. Apesar disso, ele chegou por volta de 8h40 ao Palácio do Planalto, onde despacha diariamente.

Na saída da residência oficial, Bolsonaro cumprimentou apoiadores do lado de dentro do portão do Palácio da Alvorada, como tem feito ultimamente. O chefe do Executivo evitou falar com a imprensa quando deixou o local.

Vacina

Mais cedo, o presidente compartilhou trecho de coletiva de imprensa do Ministério da Saúde, realizada no último sábado, 27. Na entrevista, Elcio Franco, secretário-executivo da pasta, anunciou parceria com a Universidade de Oxford para o desenvolvimento da vacina para a covid-19. Pelo acordo, os testes da imunização no Brasil serão conduzidos pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), ligada ao Ministério da Saúde.

No sábado, no momento do anúncio do acordo de cooperação, Bolsonaro participava de compromisso fora da agenda oficial, em Araguari (MG). Sem máscara, que é de uso obrigatório no Estado mineiro, o chefe do Executivo cumprimentou apoiadores e tirou fotos com crianças. Bolsonaro também ignorou as orientações sanitárias de distanciamento social e andou entre os apoiadores.

O compromisso em Araguari foi uma visita, junto ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, ao Batalhão Ferroviário da cidade, onde fica o Centro de Instrução de Engenharia do Exército. O batalhão assumirá as obras de um trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste, na Bahia, junto com as empresas que já operam no local.

Na semana passada, um juiz do Distrito Federal determinou que o presidente deve ser obrigado a usar máscara em espaços públicos da capital. A Advocacia-Geral da União (AGU) recorreu da decisão. Desde abril, o uso da proteção também é obrigatório em todo o Estado de Minas Gerais.



Relacionados

Política | 09-07-2020 10:10

Subprocurador rebate fala de aliado de Aras sobre ações ilegais de forças-tarefas

Subprocurador rebate fala de aliado de Aras sobre ações ilegais de forças-tarefas

Política | 09-07-2020 09:20

AGU defende extinção de processo que pede afastamento de Salles

AGU defende extinção de processo que pede afastamento de Salles

Política | 09-07-2020 08:05

PL das fake news preocupa especialistas

PL das fake news preocupa especialistas

Política | 09-07-2020 07:33

Bolsonaro deu aval a Salles, afirma MPF

Bolsonaro deu aval a Salles, afirma MPF