Linha 4

Publicidade

Defesa alega que não foi intimada sobre mandato cassado do vereador Maninho

Redação Tarobá News

Foto: Câmara de Vereadores de Foz do Iguaçu

A defesa do vereador Valdir de Souza (PSC), o Maninho, de Foz do Iguaçu, disse na manhã de segunda-feira (19), que não se manifestará nesse momento sobre a sentença de cassação divulgada pelo portal TarobáNews no último sábado.

Segundo o advogado, Nereu Battisti, a defesa não foi intimada de qualquer decisão até o momento e por isso não possui meio para se manifestar. O mandato foi cassado após decisão tomada em 1ª instância pelo juiz Wendel Fernando Brunieri, da Justiça Eleitoral de Foz do Iguaçu. Maninho atualmente é segundo secretário na Mesa da Câmara de Vereadores.

Além do mandato de Maninho, a decisão cassa toda a chapa do partido no município, por conta de candidaturas laranjas de duas mulheres, que eram inseridas na cota de gênero. Segundo denúncia, as duas mulheres não chegaram a fazer campanha, uma delas teria pedido votos para o marido.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade