Linha 4

Publicidade

Deputado federal Boca Aberta é condenado a 22 dias de prisão

Redação Tarobá News

A Justiça expediu um novo mandado de prisão contra o deputado federal Boca Aberta (PROS). O mandado é assinado pelo juiz da Vara de Execuções Penais de Londrina, Katsujo Nakadomari. 

O deputado foi condenado a 22 dias de prisão em regime semiaberto por perturbação do sossego por conta da chamada "Blitz da saúde". A denúncia é do Ministério Público. O parlamentar foi acusado de perturbar os trabalhadores e pacientes da UPA do Jardim do Sol em janeiro de 2017. 

Pelos mesmos fatos, Boca Aberta foi condenado a pena de 17 dias de prisão em regime inicial semiaberto no dia 24 de outubro de 2020, quando ocorreu o trânsito em julgado do processo pela 4ª turma do Tribunal de Justiça. Ele conseguiu redução de pena e ficou apenas dois dias presos no Creslon. O deputado tem duas condenações no caso da "Blitz da saúde". 

Nas redes sociais, o deputado federal disse que o juiz mandou prendê-lo por trabalhar e que está aberta a temporada de perseguição e caça à família Boca Aberta pelo judiciário londrinense.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade