Evento em São Paulo reúne artistas e pede 'diretas já'

Redação Tarobá News
Política | Publicado em 04/06/2017 às 10:30

Bandas e artistas se reúnem logo mais, às 11 horas, no Largo da Batata, na zona oeste de São Paulo, para um festival voltado à realização de eleições diretas para presidente da República. Em meio à crise política que assola o governo de Michel Temer, esse será o segundo grande ato a tratar do assunto. No dia 28 de maio, cerca de 150 mil pessoas já haviam se reunido no Rio de Janeiro para pedir um pleito direto, estimaram os organizadores.

"Entendemos que esse Congresso Nacional que está aí, com centenas de parlamentares envolvidos em denúncias e escândalos, não tem condições morais de determinar como será o futuro do País", afirma a organização do evento deste domingo na capital paulista no Facebook. Na página do evento na rede social, o evento, intitulado "SP pelas Diretas Já", tem aproximadamente 20 mil pessoas que confirmaram presença. O ato vai das 11h às 17h e contará com artistas como Mano Brown, Criolo e Tulipa Ruiz, além de blocos de carnaval, como Bloco Soviético, Acadêmicos do Baixo Augusta e Bloco Bastardo.

Temer deve passar o domingo em Brasília. A pressão sobre o presidente aumentou após a prisão, ontem, do ex-assessor da Presidência, Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). Ele havia flagrado pela Polícia Federal carregando uma mala com R$ 500 mil em propinas pagas pela JBS. Segundo o advogado de Temer, Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, "não altera em nada" a estratégia de defesa do presidente.



Relacionados

Política | 21-02-2019 10:40

Governo cria canal para nomeações no segundo escalão

Governo cria canal para nomeações no segundo escalão

Política | 21-02-2019 10:10

No STF, Fachin nega mais um pedido de liberdade de Lula

No STF, Fachin nega mais um pedido de liberdade de Lula

Ibiporã | 21-02-2019 08:33

Ibiporã: Carnês do IPTU começam a ser entregues nesta quinta-feira

Ibiporã: Carnês do IPTU começam a ser entregues nesta quinta-feira

Política | 21-02-2019 08:15

Tribunal da Lava Jato nega pedido de novo interrogatório de Eduardo Cunha

Tribunal da Lava Jato nega pedido de novo interrogatório de Eduardo Cunha