Herman cita presença do ex-ministro Joaquim Barbosa na sessão

Estadão Conteúdo
Política | Publicado em 08/06/2017 às 11:45

Foto: Reprodução

O jurista Joaquim Barbosa acompanha, na primeira fila de cadeiras reservadas ao público, no plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o julgamento da ação contra a chapa Dilma Rousseff - Michel Temer. Ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, onde relatou o caso do "mensalão", ele admitiu nesta quarta-feira, 7, ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, que pode se candidatar em 2018 à Presidência da República.

A presença de Barbosa no TSE chamou a atenção dos ministros da Casa e o nome dele acabou citado nas divergências. O ministro relator Herman Benjamin disse, ao defender o uso de novas provas contra a chapa que Barbosa é um "grande magistrado" e "exemplo" para os tribunais. O ministro Napoleão Nunes Maia Filho, que diverge de Herman, afirmou que "Joaquim foi um disciplinado na sua atuação como magistrado".



Relacionados

Política | 07-10-2018 22:10

Marina: infelizmente, tivemos a velha polarização que tóxica nessa campanha

Marina: infelizmente, tivemos a velha polarização que tóxica nessa campanha

Política | 07-10-2018 22:10

Fora do 2º turno, Skaf diz a apoiadores que "saímos todos fortalecidos"

Fora do 2º turno, Skaf diz a apoiadores que "saímos todos fortalecidos"

Política | 07-10-2018 22:10

Filho de Bolsonaro bate recorde de votos na Câmara

Filho de Bolsonaro bate recorde de votos na Câmara

Política | 07-10-2018 22:05

Próximo presidente terá o desafio de unificar o País diz presidente da Votorantim

Próximo presidente terá o desafio de unificar o País diz presidente da Votorantim

PUBLICIDADE