Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Josué denuncia Serginho por falta de decoro parlamentar

23/12/19 às 07:19 - Escrito por Redação Tarobá News

No apagar das luzes e antes de iniciar o recesso geral do Legislativo, o vereador Josué Souza  (MDB),  cumpriu o que vinha sendo especulado nos corredores da Câmara e, discretamente, protocolou representação contra o colega Serginho Ribeiro (PDT), apontando falta de ética e decoro parlamentar. O protocolo aconteceu sexta (20), minutos antes de encerrar o expediente. O assunto será encaminhado em fevereiro ao presidente da Câmara, Alécio Espínola (PSC). Após avaliação da Procuradoria Jurídica sobre o atendimento das formalidades legais, o caso poderá ser arquivado pela Mesa, a exemplo do que já  aconteceu em outras oportunidades, ou seguir até a Comissão de Ética, presidida por Olavo Santos (PHS), composta pelos parlamentares Pedro Sampaio (PSDB), Romulo Quintino  (PSL), Misael Junior (PSC) e o próprio Josué  (substituto do cassado Damasceno Junior). O Portal Tarobá News apurou que a argumentação na justificativa não é consistente e o pedido de enquadramento corre sério risco de parar mesmo no arquivo.


Rock x cachorros

O conflito começou quando Serginho Ribeiro criticou o prefeito Leonaldo Paranhos (PSC), por conta dos empréstimos altos que o gestor municipal pretende fazer e bancar obras na revitalização da Avenida Carlos Gomes, colégios, cmeis novos e outros empreendimentos nos bairros. Nas últimas quatro sessões ordinárias Ribeiro acompanhou o discurso da oposição, preocupado com as futuras dívidas dos UU$ 32 milhões  do Fonplata, mais a contrapartida de UU$ 8 milhões dos recursos próprios da prefeitura. Citou ainda a tomada de R$ 28 milhões, do Banco do Brasil, direcionados à educação. Na primeira matéria os adversários votaram contra e, no outro projeto, mantiveram o alerta ao risco de inadimplencia, mas foram favoráveis por se tratar de pauta educacional. Josué respondeu que Serginho não tem a mesma conduta crítica quando defende verbas destinadas  à causa animal ou ajuda do poder público ao Rocão, tradicional evento da cidade. O criticado editou o discurso, produziu vídeo rebatendo as alfinetadas e Josué se considerou prejudicado a ponto de quase fazer boletim de ocorrência na Polícia Civil, alegando sofrer injúria, calúnia e difamação.  A turma do deixa disso tentou apaziguar e, na plenária da terça  (16), o vice líder do governo chegou a esperar um pedido de desculpas, o que não aconteceu. Serginho crê  não haver cometido  excesso, admite ter  ouvido comentários de que seria representado e diz estar ao dispor das normas previstas no Regimento Interno.

© Copyright 2022 Grupo Tarobá