PRF divulga balanço da Campanha de Vacinação do caminhoneiros

Redação Tarobá News
Política | Publicado em 22/05/2020 às 13:32

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apoiou a Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Foz do Iguaçu, Concessionária Ecocataratas, Rede de Postos RodoFoz, Raízen Combustíveis e Shell na promoção da vacinação contra a gripe (influenza H1N1) aos caminhoneiros, ocorrida ontem (dia 21).


E como resultado final:  

Postos Shell (Rede de Postos RodoFoz), na BR-277, em Foz do Iguaçu

Km 721,8 (sentido Foz/Cascavel)

Caminhoneiros vacinados: 150

- Gripe (influenza H1N1): 144

- Tríplice Viral: 56

- Antitetânica: 74

- Hepatite B: 72

- Febre Amarela: 62

- Total vacinas aplicadas: 408

- Teste rápido (para detecção de

HIV, sífilis e hepatites virais): 75

Km 724 (sentido Cascavel/Foz)

Caminhoneiros vacinados: 171

- Gripe (influenza H1N1): 162

- Tríplice Viral: 37

- Antitetânica: 46

- Hepatite B: 56

- Febre Amarela: 39

- Total vacinas aplicadas: 340

- Teste rápido (para detecção de

HIV, sífilis e hepatites virais): 70

Total geral de vacinas aplicadas: 748

Total geral de caminhoneiros vacinados: 321

Também foram ofertados os seguintes serviços:

- Aferição de pressão arterial.

- Distribuição de kits contendo álcool em gel e máscara de proteção facial.

- Distribuição de preservativos.


PRF BDCom em Foz do Iguaçu



Relacionados

Política | 27-05-2020 11:45

Decano da Alerj e deputado bolsonarista pedem impeachment de Witzel

Decano da Alerj e deputado bolsonarista pedem impeachment de Witzel

Política | 27-05-2020 11:22

Gil Diniz diz ter sabido pela imprensa de ação do STF, que chama de 'cala boca'

Gil Diniz diz ter sabido pela imprensa de ação do STF, que chama de 'cala boca'

Política | 27-05-2020 11:10

Atacado por aliados de Bolsonaro, inquérito das fakes news teve aval da AGU

Atacado por aliados de Bolsonaro, inquérito das fakes news teve aval da AGU

Londrina | 27-05-2020 10:54

STF determina que Filipe Barros seja ouvido em investigação de fake news

STF determina que Filipe Barros seja ouvido em investigação de fake news

PUBLICIDADE