Linha 4

Publicidade

Vereadores de Londrina querem volta de aulas em modelo híbrido na rede estadual

Redação Tarobá News

Foto Ilustrativa: SEED

Os vereadores de Londrina aprovaram, em regime de urgência, nesta terça-feira (05), uma Indicação para a volta do modelo híbrido de aulas na rede estadual de ensino. O pedido será enviado ao Governo do Paraná. A sugestão foi proposta por 13 vereadores. 

Representantes de pais e mães de alunos de escolas estaduais participaram da sessão para pedir apoio dos vereadores ao retorno do modelo híbrido de aulas. As volta das aulas presenciais foi assinada em 23 de setembro pelo secretário estadual de Saúde, Beto Preto. A resolução 860/2021 prevê que o retorno presencial às atividades de ensino deve ser priorizado nas instituições públicas e privadas do Paraná. A garantia da modalidade on-line (remota) seria apenas para os estudantes que estiverem em isolamento, quarentena pela covid-19 ou apresentarem comorbidade.

Segundo o pai de aluno da rede estadual de ensino, Robson de Lacerda Zambroti, o governo estadual cortou o acesso às aulas remotas, em uma tentativa de obrigar os responsáveis a enviar os alunos à escola. "O governo cortou o acesso à aula remota e isso nos obriga a enviar nossos filhos à escola, senão eles perderão conteúdo e presença, com consequente reprovação. Queremos que volte o ensino em modo híbrido. Sabemos que há casos de crianças que precisam, sim, do ensino presencial, mas isso deve ocorrer de forma controlada e não com os 35 alunos em sala de aula", criticou. 

Mãe de outro estudante, Kelly Patrícia dos Santos Cardoso ressaltou que há escolas com mais de mil alunos por período e disse que várias instituições não têm estrutura para comportar todos os alunos com segurança. Segundo ela, há alunos que precisam, sim, das aulas presenciais, mas existem também aqueles com condições de permanecer em casa.

(Com Câmara de Londrina)

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.