Vereadores votam contra abertura de CPI que investiga prefeito Lúcio de Marchi

Redação Tarobá News
Política | Publicado em 11/02/2019 às 19:56

Foto: divulgação

O vereadores de Toledo votaram nesta tarde (11), o pedido de cassação do prefeito Lúcio de Marchi do (PP) que foi protocolado por um morador. Com 12 votos contra, a comissão processante não foi aberta.

O pedido de cassação foi recebido na segunda-feira (04). A denúncia entregue ao legislativo foi assinada pelo funcionário público Ivan Júnior Peron que alega crime de responsabilidade cometida com a inauguração de obra pública inacabada, o centro de especialidades, em outubro de 2018. O pedido tem como base a condenação na semana passada executada pela 1ª Vara da Fazenda Pública, que entendeu que o prefeito deve pagar uma multa de R$ 300 mil por de ato improbidade administrativa. 

Ele foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná por uso da máquina pública para propaganda pessoal.

Em nota oficial o prefeito do município de Toledo, Lúcio de Marchi, alega que a inauguração da central de especialidades não viola a lei. O prefeito afirmou ainda o respeito pelas leis e pelas instituições democráticas


Leia mais: Prefeito de Toledo é condenado a pagar multa de R$ 300 mil

Prefeito de Toledo emite nota sobre condenação



Relacionados

Política | 17-08-2019 19:40

Com cargo ameaçado, delegado da Receita relata interferência de 'forças externas'

Com cargo ameaçado, delegado da Receita relata interferência de 'forças externas'

Política | 17-08-2019 19:25

Consultoria do Senado diz que indicação de Eduardo Bolsonaro configura nepotismo

Consultoria do Senado diz que indicação de Eduardo Bolsonaro configura nepotismo

Política | 17-08-2019 14:20

Presidente do Sindicato dos delegados de PF critica Bolsonaro

Presidente do Sindicato dos delegados de PF critica Bolsonaro

Política | 17-08-2019 10:25

Exército pode cortar 1/3 do total de recrutas

Exército pode cortar 1/3 do total de recrutas

PUBLICIDADE