Yeda Crusius (RS), primeiro voto do PSDB, é a favor do parecer sobre Temer

Estadão Conteúdo
Política | Publicado em 02/08/2017 às 19:00

O PSDB começou bem dividido na votação do parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O primeiro voto do partido, da deputada gaúcha Yeda Crusius, foi a favor do parecer. O segundo voto dos tucanos, ao contrário, da deputada paulista Mara Gabrilli, foi contra o parecer. Ou seja, a parlamentar de São Paulo é a favor da investigação contra o presidente Michel Temer.

Antes, a deputada Shéridan Estérfany Oliveira de Anchieta (PSDB-RO) foi a primeira representante tucana a ser chamada para anunciar o voto. A parlamentar, porém, não está presente no plenário.

O PSDB não fechou questão sobre o tema e houve apenas a orientação da bancada para o voto contra o parecer. Ou seja, voto pela admissão do processo contra o presidente Michel Temer.



Relacionados

Política | 19-08-2018 08:20

Morre Sergio Mauad, defensor dos direitos individuais e da livre-iniciativa

Morre Sergio Mauad, defensor dos direitos individuais e da livre-iniciativa

Política | 18-08-2018 21:03

Para Marina, armar população é transferir responsabilidade do Estado

Para Marina, armar população é transferir responsabilidade do Estado

Política | 18-08-2018 20:45

Renato Casagrande lidera no ES com 54% das intenções de voto

Renato Casagrande lidera no ES com 54% das intenções de voto

Política | 18-08-2018 20:45

Meirelles diz que Alckmin deve aprender a respeitar a lei

Meirelles diz que Alckmin deve aprender a respeitar a lei

PUBLICIDADE