Linha 4

Publicidade

Após paralisação, parte dos motoristas da Londrisul volta a rodar

Murilo Pajolla

Parte dos trabalhadores da Londrisul, empresa responsável por 35% das linhas do transporte coletivo de Londrina, voltou a trabalhar na noite desta sexta-feira (22).

LEIA MAIS: Trabalhadores da TCGL e da TIL decidem manter greve até segunda

A assessoria de imprensa da Prefeitura divulgou um vídeo que mostra os ônibus deixando a garagem da empresa, sob supervisão da Polícia Militar (PM).  

O Sinttrol, sindicato que representa a categoria, e a CMTU não souberam informar qual a porcentagem dos motoristas que voltaram a rodar.

A categoria deflagrou greve nas primeiras horas da manhã, em protesto contra a falta de pagamento do adiantamento salarial, equivalente à metade do vencimento mensal.

Segundo o Sinttrol, a Londrisul já havia quitado metade do valor devido. Com o anúncio de que o restante da salário será depositado no sábado (23), funcionários decidiram trabalhar.

A Londrisul ingressou com uma ação na Justiça pedindo multa de R$ 500 mil ao Sinttrol, caso haja ações que impeçam os ônibus de circularem. 

O presidente da entidade, João Batista da Silva, criticou a medida. "Não é o Sinttrol que está promovendo essa greve. Nós estamos lá como representantes para mediar a negociação. Mas a greve são os trabalhadores que fizeram espontaneamente. As empresas induziram a greve, não o Sindicato”.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade