Linha 4

Publicidade

Justiça condena motorista a indenizar familiares de jovem morta em acidente na BR-369

Da Redação

A Justiça condenou o motorista que bateu na traseira de uma moto e matou um casal em setembro de 2018 a pagar uma indenização para a família de R$ 80 mil. Renan Eduardo Irmer deverá pagar o valor aos pais e irmã de Daniela Aparecida Rodrigues Morais, que morreu no acidente. Além dela, o seu noivo Gregory Lima de Oliveira também perdeu a vida. 

Quando as equipes médicas chegaram no local do acidente, na BR-369 em Cambé, eles já estavam sem vida. Segundo a Polícia Civil, o veículo parou no canteiro central após a batida. Renan, que disputava um racha, fugiu em outro automóvel.

De acordo com as investigações, ele estava bêbado e dirigia a 110 km por hora, acima do permitido neste trecho da rodovia. Ele se apresentou depois na delegacia e responde em liberdade. Além da condenação na esfera cível, o motorista pode ser responsabilizado na área criminal. Ele foi denunciado pelo Ministério Público por duplo homicídio doloso, quando há intenção. Ele pode ir a júri popular, mas a Justiça ainda não tomou nenhuma decisão. Assista!

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade