Motorista de caminhão morre em grave acidente

Redação Tarobá News
Trânsito | Publicado em 22/05/2020 às 15:42

Foto: Ricardo Trinidade - OBemdito

Conforme a médica Daniela Lopes, do Samu, a vítima estava com sinais de choque hemorrágico e encarcerada na cabine do caminhão. A coluna de direção entrou no seu tórax e, assim que retirado, ele apresentava pupila dilatada e pulso fraco. 

Segundo a médica, a esperança era pela retirada rápida para reanimação (que durou cerca de 20 minutos), porém, ele não resistiu. Paulo Hermes Gonçalves, 58 anos, teve trauma torácico, traumatismo crânio encefálico grave e suspeita de trauma cervical. 

O acidente aconteceu por volta das 13h40 desta sexta-feira (22) praticamente em frente ao futuro Centro de Eventos de Umuarama, no trecho urbano da rodovia. Um caminhão caçamba seguia pela rodovia e, quando o motorista freou na lombada, o condutor de um caminhão com baú refrigerado para transporte de leite bateu na traseira. 

O motorista do caminhão de leite cou enclausurado na cabine. Equipes do Corpo de Bombeiros e do Samu foram acionados para prestar socorro e retirar o homem do veículo. Uma retroescavadeira foi utilizada para puxar o caminhão que estava à frente. O caminhão de leite tem placas de Cascavel. A Polícia Rodoviária Estadual de Cruzeiro do Oeste está no local. O Instituto Médico Legal (IML) de Umuarama foi acionado.

Com informações: OBemdito



Relacionados

Nova Tebas | 27-05-2020 14:10

Duas pessoas ficam gravemente feridas após caminhão tombar

Duas pessoas ficam gravemente feridas após caminhão tombar

Assis Chateaubriand | 27-05-2020 09:00

Capivaras são atropeladas e mortas na Ponte do Rio Piquiri em Assis

Capivaras são atropeladas e mortas na Ponte do Rio Piquiri em Assis

Londrina | 27-05-2020 08:14

Blitz do Maio Amarelo fala de prevenção ao novo coronavírus

Blitz do Maio Amarelo fala de prevenção ao novo coronavírus

Bela Vista do Paraíso | 27-05-2020 07:34

Caminhoneiro carbonizado é identificado no IML de Londrina

Caminhoneiro carbonizado é identificado no IML de Londrina

PUBLICIDADE